O que é CDB na renda fixa? Segurança, liquidez e rentabilidade

Quer conhecer o investimento preferido de 40,45% dos brasileiros? Segundo a pesquisa da FGV e da Hashdex, os títulos privados de CDB são famosos entre os investidores do país. Pensando nisso, preparamos um post para falar o que é CDB na renda fixa e, claro, como lucrar com essa estratégia.

Por ser um título versátil, o CDB pode te proporcionar segurança, liquidez e rentabilidade. Assim, você poderá escolher quais fatores são mais importantes para as suas metas. Isso porque, no tripé dos investimentos, você seleciona dois itens entre os três que citamos. 

Com isso em mente, vamos começar o post com um vídeo do InfoMoney sobre o que é CDB na renda fixa. Em seguida, continue a leitura do artigo para ter mais detalhes sobre esses títulos populares, juntamente com três exemplos práticos.

O que é CDB na renda fixa?

CDB na renda fixa é o chamado Certificado de Depósito Bancário. Aqui, estamos falando de papéis emitidos por bancos e corretoras, a fim de financiar as suas atividades financeiras. Em troca, o investidor recebe sua remuneração em forma de juros, no vencimento do título.

Aliás, o CDB é uma das primeiras opções de quem está fugindo da Poupança, mas quer continuar na renda fixa. Por falar nisso, algumas características são similares às do Tesouro Direto e das Debêntures, razão pela qual falaremos sobre isso logo adiante.

Como funciona o CDB?

Para entender o funcionamento desse título, vamos retomar o conceito da renda fixa, ok? No caso do CDB, o investidor “empresta” dinheiro ao banco ou à corretora, em troca de juros. Mas essa retribuição acontece apenas no vencimento ou ainda no resgate antecipado.

Por isso, lembre-se de considerar o prazo da aplicação, em relação aos objetivos para o uso dos recursos:

  • curto prazo: entre seis meses e um ano;
  • médio prazo: entre dois e três anos;
  • longo prazo: acima de quatro anos.

Existem diferentes tipos de CDB?

De acordo com seus objetivos (de curto a longo prazo), você pode escolher entre diferentes tipos de CDB. Nesse ponto, vamos começar com as opções de rentabilidade:

  • prefixada: o retorno do investimento é baseado na taxa contratada, independentemente da variação do mercado;
  • pós-fixada: essa taxa é vinculada a um dos índices de referência, como os indexadores CDI e IPCA;
  • híbrida: já a taxa híbrida tem uma parte prefixada e outra pós-fixada, por exemplo: IPCA + 4% ao ano. 

O que é CDB na renda fixa - yubb

Fonte: Yubb

Além disso, o quesito liquidez é outro fator relevante, lembrando do tripé dos investimentos que citamos no começo do post:

  • liquidez diária: no curto prazo, a conversão do título em dinheiro acontece mais rapidamente, além de ter baixo risco. Nesse caso, a prioridade está na liquidez e na segurança, mas não na rentabilidade;
  • liquidez no vencimento: já em um CDB de longo prazo, os recursos ficam aplicados por cerca de cinco anos. Isto é, o investidor opta por segurança e rentabilidade mais elevada, abrindo mão da liquidez. 

E, para consolidar as informações sobre todos esses conceitos, aproveite o curso “Renda fixa: ganhos com baixos riscos”!

Imagem da campanha de um curso online sobre "Renda Fixa: Ganhos com Baixo Risco" da Xpeed School.

Quais são as vantagens e desvantagens do CDB?

A lista de prós e contras é uma maneira simples de entender o que é CDB na renda fixa, não é mesmo? Contudo, algumas dessas características também variam conforme o tipo de CDB. Por exemplo, os títulos indexados à inflação são impactados pela política monetária.

Vantagens do CDB

  • Baixo risco, com cobertura do Fundo Garantidor de Crédito (FGC) em até R$ 250 mil
  • A rentabilidade é atrativa, visto que muitos papéis rendem acima de 100% do CDI
  • Cenários de juros altos trazem bons retornos para os CDBs pós-fixados e híbridos
  • Operações ficam registradas na Cetip, o que traz mais segurança aos investidores
  • O CDB com liquidez diária é uma boa opção para formar a reserva de emergência
  • É possível diversificar a carteira com os três tipos de CDB, junto a outros produtos

Desvantagens do CDB

  • O valor mínimo varia entre as instituições financeiras, de R$ 1.000 (como a XP Investimentos)
  • A política monetária impacta o retorno do investimento nos CDBs pós ou híbridos
  • Em resgates de curto prazo, a alíquota de Imposto de Renda (IR) chega a 22,5%
  • Cobrança de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) no resgate em até 30 dias
  • Antes de escolher um emissor do CDB, verifique o rating (a nota de risco de crédito)

Onde e como comprar um CDB?

O Certificado de Depósito Bancário fica disponível tanto nos bancos, quanto em algumas corretoras de investimentos. Por exemplo, a XP e a Rico já fizeram campanhas em que seus CDBs pagavam 200% do CDI. Em ambos os casos, foram ações para períodos e investidores específicos, mas seus produtos continuam sendo bem vantajosos.

3 exemplos para entender o que é CDB na renda fixa

Para facilitar o entendimento do que é CDB na renda fixa, confira algumas simulações práticas. Primeiramente, verificamos os produtos de duas corretoras, com o mesmo investimento inicial de R$ 10.000, por cinco anos. Depois, ampliamos a comparação com diversas opções de prazo, liquidez, rentabilidade e afins.  

1. CDB disponível na XP Investimentos

Na XP, o CDB propicia uma rentabilidade acima da poupança, podendo até dobrar o valor. Falando nisso, confira a simulação feita no site da corretora: 

O que é CDB na renda fixa - XP

2. CDB da corretora Rico

Na Rico, o valor mínimo para aplicar no CDB é R$ 10.000, que é justamente o que foi usado na simulação. Confira!

O que é CDB na renda fixa - Rico

3. Comparador de renda fixa do InfoMoney

Agora que você já viu duas simulações específicas, vamos ampliar ainda mais a base de comparação. Por meio da ferramenta do InfoMoney, a proposta é avaliar o desempenho de vários títulos, para entender melhor o que é CDB na renda fixa.

O que é CDB na renda fixa - InfoMoney

Enfim, esperamos que o post tenha te ajudado a compreender o que é CDB na renda fixa. Afinal, a equipe da Xpeed School trabalha para proporcionar as ferramentas que te aproximam das suas conquistas.   

A propósito, a trilha Xpeed te mostra qual é a jornada de aprendizado ideal para o seu perfil. Por sinal, você pode se surpreender com os próximos passos, até mesmo passando da renda fixa para a renda variável. Vamos nessa?

spot_img

Continue Aprendendo

spot_img