5 práticas ESG para implementar na sua empresa e conquistar o selo

Práticas ESG podem ser adotadas em três esferas: Ambiental, Social e Governança. Implementar essas práticas podem trazer diversos benefícios e atrair investidores.

Atualmente, a maior preocupação da sociedade é com a preservação do meio ambiente. Ativistas ambientais e cientistas alertam para os riscos para a humanidade se mudanças não forem feitas o mais rápido possível. Por conta disso, empresas com compromisso sustentável estão adotando práticas ESG para diminuir o impacto de suas produções ao planeta Terra. 

O compromisso de tornar as empresas mais sustentáveis, tanto na questão ambiental, quanto na questão do bem-estar dos funcionários, além de ser benéfico para a sociedade, é algo que desperta o interesse de investidores. 

Neste artigo, vamos falar sobre quais indicadores ESG são importantes para o seu negócio e trazer exemplos de práticas ESG que podem ser adotadas na sua empresa. Boa leitura!  

O que é e quais os pilares ESG?

ESG significa Environmental, Social and Governance (Ambiental, Social e Governança em tradução para o português). Em síntese, ESG se refere a uma série de comportamentos e padrões adotados por empresas que afirmam o seu compromisso com o meio ambiente, a sociedade e uma governança transparente. 

Os pilares que norteiam essa prática são:

  • Ambiental: o pilar da sustentabilidade se refere às práticas adotadas para diminuir o impacto ambiental da empresa. Por exemplo, aumento no uso de recursos naturais e redução na emissão de gases como o CO₂;
  • Social: se refere a forma de como a empresa trata os seus funcionários, como ela se relaciona com clientes e fornecedores, e como ela se preocupa com pautas sociais. Por exemplo, combate ao racismo, diversidade e inclusão de minorias;  
  • Governança: diz respeito às práticas adotadas pela gestão empresarial. Por exemplo, se existe um canal de denúncias, se a composição do conselho é diversificada, etc.   

Quais os tipos de empresa que podem adotar as práticas ESG?

Todas as empresas podem aderir às práticas ESG. Afinal, o meio ambiente, as questões sociais e as boas práticas de governança são pautas que interessam qualquer tipo de empresa, independente do segmento.   

Por que adotar práticas ESG na sua empresa?

De acordo com uma pesquisa realizada em 2019 pela Union + Webster, agência de pesquisa norte-americana, 87% dos brasileiros entrevistados preferem comprar produtos e contratar serviços de empresas sustentáveis

Logo, ter uma empresa reconhecida por suas práticas ESG a coloca em uma posição de destaque em relação a outras. Além disso, ser uma empresa sustentável torna o negócio mais eficiente.     

Como implementar práticas ESG na sua empresa?

A adoção de práticas ESG em uma empresa pode ser um processo demorado. Em primeiro lugar, é preciso estudar e conhecer profundamente os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU. 

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável para implementar práticas ESG.
17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável | Fonte: ONU

Logo depois, você deve analisar como esses ODS podem impactar a sua empresa. Seja positivamente ou negativamente. 

Em seguida, é hora de definir metas e montar estratégias conforme a realidade da sua empresa. Para isso, considere o tamanho da empresa (microempresa, pequena, média, etc.), questões financeiras, entre outros.  

Por fim, é preciso engajar toda a equipe, de líderes a colaboradores, para que as mudanças da cultura organizacional sejam colocadas em prática. 

5 práticas ESG para implementar na sua empresa

Agora que você já sabe como implementar na sua empresa, listamos 5 práticas ESG que podem ser adotadas no seu negócio:

1. Melhore a cultura organizacional, treine e engaje a sua equipe

Promova programas de treinamento e desenvolvimento para preparar os colaboradores para as mudanças. Desenvolva ações para que eles se sintam confortáveis no ambiente de trabalho e mantenha um canal aberto entre colaboradores e líderes. 

2. Diminua o impacto ambiental no dia a dia e no processo de produção

Capacite os profissionais para fazer a gestão de resíduos da maneira correta, diminuindo o desperdício e adotando novas práticas sustentáveis. 

3. Garanta a segurança do trabalho e valorização da saúde da sua equipe

Tenha profissionais de segurança do trabalho na equipe para garantir que os colaboradores estarão sempre usando os seus equipamentos de proteção individual (EPI) e seguindo as regulamentações. 

4. Promova a inclusão e diversidade na empresa

Invista na diversidade cultural da equipe e aproveite o potencial criativo causado por essa mistura de classe social, idade, etnia, orientação sexual, etc.  

5. Crie estratégias de Investimento Responsável

Monte uma estratégia que reflita os valores e o compromisso da sua empresa com um mundo mais sustentável para atrair investidores. 

Quais são os índices para as práticas ESG?

Para acompanhar a efetividade das práticas ESG existem índices que medem o desempenho da empresa e que são considerados por investidores na hora de escolher em quais empresas investir na Bolsa de Valores do Brasil (B3). 

1. índice de Carbono Eficiente

Reúne empresas que têm o compromisso de reduzir a geração de carbono e a emissão dos gases responsáveis pelo efeito estufa. 

2. Índice de Sustentabilidade Empresarial

Avalia o quanto as empresas investem em práticas sustentáveis, eficiência econômica e justiça social no dia a dia da organização. 

3. Estratégia de Investimento Responsável

Os investimentos responsáveis são aqueles que não investem em empresas que violam códigos sociais ou ambientais. Por exemplo, indústria do armamento ou do tabaco.

4. Índice de Ações com Governança Corporativa Diferenciada 

Reflete o valor dos ativos de empresas que adotam práticas de governança corporativa além das que são determinadas pela legislação.  

5. Índice de Ações com Tag Along Diferenciado

Engloba empresas que possuem um alto nível de governança e ajudam o investidor a tomar decisões conscientes acerca de onde o seu dinheiro está sendo investido. 

6. Índice de Governança Corporativa Trade

O objetivo deste índice é montar uma carteira com empresas reconhecidas pela boa governança corporativa e pelas boas práticas ESG. 

7. Índice de Governança Corporativa – Novo Mercado

Índice utilizado para calcular o rendimento das empresas que investem em governança corporativa. 

8. Índice GPTW B3

Este índice considera as empresas certificadas pela GPTW para identificar quais são as empresas que investem no local de trabalho e mensurar os resultados obtidos.   

Como funciona o selo ESG?

O selo ESG é a garantia de que uma empresa está comprometida em se desenvolver de forma sustentável. Por isso, para obter o selo as empresas precisam atender a uma série de critérios.  

Como obter o selo ESG?

Primeiramente, você deve fazer um diagnóstico da sua empresa para identificar o que precisa ser melhorado nos três pilares. 

Em seguida, com esse diagnóstico em mãos, você deve criar um plano de implementação dessas melhorias

Por fim, quando todos os pilares estiverem em conformidade com as práticas ESG, a sua empresa estará apta para receber o selo

Quais os benefícios de adotar práticas ESG na sua empresa?

A adoção de práticas ESG trazem uma série de benefícios, tanto para as empresas quanto para a sociedade. Dentre os principais benefícios estão:

  • Aumento da satisfação dos colaboradores, diminuindo crises internas;
  • Estímulo no investimento;
  • Fidelização dos clientes;
  • Redução nos custos de produção e no desperdício. 

Conclusão

Ao longo deste artigo, foi possível perceber como as práticas ESG são uma tendência entre aquelas empresas que desejam fortalecer a sua marca para se manterem competitivas no mercado.  

Se você deseja adotar as práticas ESG no seu negócio, mas ainda tem dúvidas de como fazer, o MBA em Inovação e Transformação Digital apresenta conceitos e traz insights de como implementar as práticas de gestão de forma eficiente. 

spot_img

Continue Aprendendo

spot_img