Como trabalhar na bolsa de valores? Quanto ganha? [GUIA COMPLETO]

Quer saber como trabalhar na bolsa de valores? Conheça os melhores cursos para te ajudar neste caminho!

Trabalhar na bolsa de valores pode ser o desejo de muitas pessoas. Afinal, o cenário que esses profissionais são mostrados em filmes e séries aparenta ser de muito glamour, apesar de desafiador.

Mas, será que é realmente assim? Como trabalhar na bolsa de valores?

O primeiro passo é estar ciente de que ao entrar no mundo do mercado financeiro, você deverá estar sempre se atualizando. Portanto, gostar de estudar é essencial.

Além disso, ter uma predisposição a assuntos que envolvam números pode ajudar. No entanto, aprender como trabalhar com ações na bolsa de valores vai muito além de ser bom na área de exatas.

Você vai precisar entender como funciona o mercado dos investimentos, assim como a variação do Ibovespa, os tipos de taxas, índices de inflação, entre outros.

Para auxiliar a sua caminhada de como trabalhar com investimentos na bolsa, preparamos este conteúdo com tudo o que precisa saber. Boa leitura!

Quais profissionais atuam na B3?

Antes de saber como funciona trabalhar na Bolsa de Valores do Brasil (B3), é preciso entender quais profissões são possíveis de serem exercidas. Confira a seguir os detalhes de cada carreira que você consegue praticar na B3.

Corretor financeiro

A primeira profissão que vamos citar é também a mais almejada quando o assunto é trabalhar no mercado de ações. O corretor da bolsa de valores, ou agente autônomo de investimento (AAI), possui a função de guiar pessoas físicas e jurídicas.

Como assim?

Esse profissional indica os melhores ativos para investir considerando o perfil do investidor. Essa análise é feita com base em muito estudo do mercado e motivações do cliente para aplicar seu dinheiro.

Por essa razão, caso você se interesse pela área de corretor financeiro, é fundamental estudar e estar atento às principais tendências. Afinal, é um mercado que está em constante movimentação e é influenciado por diversos fatores, tanto internos quanto externos.

Para trabalhar na B3 como corretor financeiro ou AAI é importante ter ensino superior, mesmo que para essa profissão não seja necessário. Contudo, é mais simples fazer carreira na Bolsa de Valores do Brasil quando se começa como estagiário.

Trader

Uma outra profissão que vem ganhando destaque na bolsa de valores é o trader. Basicamente, ele trabalha comprando e vendendo ativos.

A escolha de onde o trader irá fazer as aplicações é feita com base em estudos e probabilidades de rentabilidade. Sendo assim, é indispensável ter muito conhecimento para decidir em quais modelos de negociação cada ativo irá render mais.

Ao todo, existem diferentes modelos de negociação que o trader atua:

  • Day Trade: compra e venda feitas no mesmo dia;
  • Swing Trade: compra e venda feitas em um período maior que um dia.

Este profissional pode atuar tanto como autônomo quanto em alguma instituição financeira. Caso escolha ser autônomo, os lucros irão depender exclusivamente da maneira que gerencia seus investimentos.

É fundamental que invista em cursos sobre o mercado financeiro e também sobre os modelos de negociação utilizados por traders. Além disso, o trader autônomo precisa ter uma quantia em dinheiro para fazer essas movimentações.

Já o trader que vai atuar para uma instituição financeira, geralmente é liberada uma quantia para que ele trabalhe em cima dela. E, por ser funcionário de uma instituição, ele tem um salário garantido.

< Leia também: Descubra o melhor curso de trader para você operar corretamente na bolsa de valores / >

Como trabalhar na bolsa de valores? Principais dúvidas

Como aprender a trabalhar na bolsa de valores sem um curso superior?

Como explicado, para se tornar um corretor financeiro não é obrigatório ter o ensino superior. No entanto, o entendimento sobre o mercado financeiro e de investimentos deve ser confirmado, e uma faculdade pode te ajudar nisso.

Isso porque é necessário obter as certificações certas para atuar no mercado das corretoras financeiras. Com a posse da certificação, o AAI já pode prestar seus serviços, seja junto a uma corretora ou de maneira independente.

Mais para frente você verá os principais cursos para trabalhar com ações e investimentos na bolsa de valores. Continue a leitura para não perder nada.

Quais são as certificações necessárias?

Agora que sabe quais profissões atuam na bolsa de valores, o que fazer para exercer uma delas? Será que é necessário algum tipo de documento oficial?

A resposta é… Sim!

No mercado financeiro existem certificações para os diversos tipos de atuações, seja na bolsa de valores ou não. 

Para quem deseja saber como trabalhar na bolsa de valores, é importante focar nos certificados voltados para a área de investimentos. Os três principais são:

  • Certificação de Agente Autônomo de Investimentos (Ancord): obrigatória para quem deseja ser um corretor financeiro ou AAI;
  • Certificação CPA 10: não é obrigatória, no entanto é importante para quem quer legitimar seus conhecimentos em investimentos;
  • Certificação CEA: o profissional que obtém essa certificação é reconhecido como um especialista em investimentos.

Para conseguir qualquer uma das três certificações é necessário realizar as provas correspondentes. O exame da Ancord você localiza no site da instituição. Já os exames da CPA 10 e da CEA são encontrados no site da Anbima.

Como trabalhar na Bovespa?

O nome Bovespa remete à antiga Bolsa de Valores de São Paulo, na época em que cada estado ainda podia ter a sua. 

No ano 2000 houve a unificação de todas as bolsas do País. Como a de SP possuía a maior parte dos negócios, manteve-se o nome. Contudo, com a integração da BM&F Bovespa e CETIP SA, veio uma nova sigla. 

Mais alinhada com uma bolsa de valores que opera de forma nacional, a B3 significa Brasil, Bolsa, Balcão e é a quinta maior do mundo.

Então, se você quer saber como trabalhar na Bovespa, está pensando na B3. No próprio site é possível pesquisar por vagas de estagiário a analista. Mas lembre-se de que para atuar diretamente no mercado de ações, é necessário ter as certificações.

Quanto ganha uma pessoa que trabalha na bolsa de valores?

A média do salário de quem trabalha com bolsa de valores varia conforme a sua função e local de trabalho. Segundo o Guia da Carreira, o estado de São Paulo possui o piso salarial mais alto, chegando a R$ 4.800.

Contudo, considerando todo o território brasileiro, um agente da bolsa ou corretor de valores, recebe, em média, R$ 4.118,34 por 42 horas semanais trabalhadas.

Cursos para trabalhar na bolsa de valores? 4 opções 

Como já deve ter percebido, o trabalho de quem atua na bolsa deve ser cercado de muito estudo. Uma maneira de potencializar esses conhecimentos é realizando um curso de ensino superior.

Mas, qual escolher? Não existe um curso específico de faculdade para bolsa de valores, mas alguns deles podem ajudar a entrar neste mercado. Confira abaixo quais são eles.

1. Economia

O curso de Ciências Econômicas é uma boa opção para se inteirar acerca do mercado financeiro, estatísticas e avaliação de riscos e rentabilidade. Por ser bacharelado, ele tem uma duração média de quatro a cinco anos.

2. Ciências contábeis

Outro curso interessante para atuar na bolsa de valores é o de Ciências Contábeis. Com ele, o aluno aprenderá como acontece o gerenciamento de contas de pessoas físicas e jurídicas.

Com o aprendizado da faculdade, ele pode atuar como agente de investimentos na bolsa. Caso se interesse pelo curso, ele possui três opções de formação: bacharelado, pós-graduação e técnico.

3. Administração

Por ser bem abrangente, quem optar por fazê-lo conhecerá diversas vertentes do mercado financeiro.

Como prova disso é que, com as certificações necessárias, ele poderá atuar em qualquer setor do mercado. O curso é um dos mais ofertados no país e possui uma duração média de quatro anos.

4. Cursos da XP Educação

Como você viu, não é obrigatório ter uma faculdade para aprender como trabalhar na bolsa de valores, desde que você tenha as certificações necessárias. Então, agora, confira os principais cursos da XP Educação para alavancar seus conhecimentos:

  • Introdução ao Universo de Trading: aprenda os fundamentos do mercado de ações, diferentes tipos de análises, modalidades operacionais e estratégias de trading com os maiores especialistas do Brasil;
  • MBA em Ações e Stock Picking: confira os maiores especialistas do mercado para oferecer qualificação técnica aprofundada na construção de teses de investimentos em ativos dos principais setores da bolsa brasileira, fazendo uso da análise fundamentalista e valuation;
  • Assessoria de Investimentos: especialização que desenvolve e impulsiona sua carreira. Prepare-se para ser um Assessor de Investimentos de sucesso e aprenda, na prática, a atuar no mercado financeiro com a expertise XP. 

Gostou de saber como trabalhar na bolsa de valores? O conhecimento é essencial para se destacar nesse mercado. Com a Multi+, você tem acesso a inúmeras horas de conteúdos exclusivos.Invista no seu futuro com a plataforma que pode acelerar a sua carreira. Inscreva-se agora mesmo e seja Multi+!

spot_img

Continue Aprendendo

spot_img