O que é planejamento financeiro e como reverter os problemas econômicos?

Compreender o que é planejamento financeiro é um indício de que você busca tranquilidade para suas finanças. Afinal, organizar as contas pode ser um processo demorado, porém enriquecedor para concretizar sonhos.

De acordo com uma pesquisa realizada em 2021 pela Associação Planejar com pessoas de 16 a 60 anos, 64,6% afirmaram que fazem planejamento financeiro, ou seja, mais da metade dos entrevistados.

Nesse aspecto, são diversos os motivos que levam as pessoas a mudar de vida. O começo de um novo ano, por exemplo, gera reflexão sobre o que poderá ser feito e fortalece a ideia de construir uma nova estratégia de lidar com as finanças.

Mas nem sempre é fácil criar um planejamento financeiro sozinho. Por isso, nós vamos ajudá-lo nessa empreitada para que você tenha oportunidade de realizar seus sonhos. Acompanhe!

O que é planejamento financeiro?

Planejamento financeiro é um conjunto de medidas estudadas que ajudam a organização financeira pessoal ou empresarial.

Serve também como uma estratégia para a tomada de decisões a partir da utilização de ferramentas de controle, por exemplo, o que facilita a realização dos objetivos, com segurança e tranquilidade, levando em consideração o perfil e a característica de cada pessoa ou empresa.

Porém, não adianta traçar uma estratégia curta, que dure uma semana ou em um mês, essa atividade deve se tornar um hábito duradouro.

Pensando em conquistar objetivos a longo prazo, é importante se concentrar no planejamento financeiro. O processo começa com uma análise sólida da situação atual, passando pelos caminhos necessários para o sucesso e independência financeira.

Por que é importante fazer um planejamento financeiro?

Seguindo os dados da pesquisa realizada pela Associação Planejar, os principais motivos dos brasileiros em busca de um planejamento financeiro são:

  • 46,2% querem organizar as finanças;
  • 41% querem evitar dívidas;
  • 9,8% estão endividados;
  • 18,6% se preparam para a aposentadoria;
  • 14% querem comprar um imóvel;
  • 7,4% desejam comprar um veículo.

Embora existam razões para mudar o modelo financeiro, no Brasil não  há uma cultura que valorize a importância da educação financeira.

As famílias e a população, como um todo, pouco falam sobre dinheiro e, nas escolas, também não se encontram, por exemplo, projetos de peso desenvolvidos por profissionais gabaritados para tratar do assunto “dinheiro” com propriedade.

>>> Leia também: Aprenda a quebrar o tabu do dinheiro e a ter uma vida financeira equilibrada

Como fazer um planejamento financeiro?

Apesar do cenário crítico, a solução pode ser mais simples do que parece, basta observar com muita cautela quanto você ganha e gasta seu dinheiro.

Para ficar mais evidente a estrutura que pode ser seguida dentro de um planejamento financeiro, observe os passos abaixo:

1. Organize suas contas pessoais

Organização é essencial para desenvolver qualquer atividade, e isso também pode ser replicado para o planejamento e o controle financeiro.

A boa notícia é que há diversas formas de organizar as contas pessoais.

Um controle financeiro pessoal simples, por exemplo, já pode ser suficiente para garantir ótimos resultados. No entanto, é melhor dispor de alguma ferramenta ou recurso que facilite esse processo. E essa parte é pauta para a etapa seguinte que discutiremos aqui.

2. Use uma planilha de gastos

Para os amantes do estilo tradicional, uma caderneta é o bastante para começar a colocar os valores de receitas e despesas. Porém, há outras ótimas ferramentas eficazes.  

Uma planilha de controle financeiro dentro de um Excel, por exemplo, é uma alternativa que funciona bem, aparentemente simples, sem exigência de um conhecimento avançado para utilizá-la.

Aliás, existem muitos modelos de planilhas, alguns oferecem gráficos que facilitam a visualização da evolução dos gastos e receitas.

Lembre-se de que, ao elaborar o planejamento financeiro, é fundamental que as despesas e receitas estejam detalhadas e classificadas.

Um detalhe importante e não muito discutido é não classificar cartão de crédito no grupo de gastos, mas, sim, como forma de pagamento. 

Portanto, ao efetuar o pagamento de supermercado utilizando o cartão de crédito, o valor dessa despesa deverá ser alocado nos gastos de “supermercado”, e não em “cartão de crédito”, ok?

Além disso, há ainda opções como o aplicativo Fliper, plataforma desenvolvida para facilitar o controle financeiro e otimizar seu tempo.

Ela representa um ótimo caminho também, já que muita gente a utiliza por mobilidade, uma vez que todos os dados se concentram em uma plataforma, podendo ser acessados de qualquer dispositivo móvel. 

Vale ressaltar que nas lojas de aplicativos para smartphones, é possível encontrar facilmente diversas opções, gratuitas e pagas, que te ajudam a organizar suas finanças, criando uma planilha detalhada dos seus gastos.

3. Defina seus objetivos e projetos financeiros

É importante que exista um objetivo para o dinheiro: o motivo que seja funciona como motivador para poupar e investir.

Então, defina seus objetivos como de curto, médio e longo prazos.

A partir daí, faça projeções de quanto vai precisar de dinheiro para realizar cada um deles.

Dependendo do tempo (maior ou menor) e do seu perfil de investidor, você deverá escolher investimentos diferentes, como:

  • mais ou menos arriscados;
  • e/ou com maior, ou menor potencial de retorno.

Se você é jovem e quer construir uma mentalidade financeira equilibrada para lidar com seu dinheiro e investir bem, indicamos o curso Educação Financeira para Jovens. Treinamento completo com dicas dos principais especialistas na área. Acesse o banner:

Campanha de um curso online sobre "Educação Financeira para Jovens" da Xpeed School.

Como melhorar seus hábitos financeiros?

A mudança ou o ajuste nos hábitos é mais um ponto relevante para quem busca a educação financeira como estilo de vida. Essa transformação começa ao abandonar o consumo simplesmente por status, por exemplo.

O planejamento financeiro é um hábito saudável e você merece criá-lo, para isso, é fundamental colocar em prática as seguintes regras:

Economize seu dinheiro periodicamente  

Educar-se financeiramente abre portas para ter um ótimo planejamento financeiro e construir patrimônio, por exemplo.

Portanto, economize e invista sempre, pois isso facilita seu caminho para a independência financeira.

E para saber como está sendo a caminhada, separe um período do ano para revisar seu  planejamento.

Um ótimo ponto de atenção é investir e economizar até quando tudo parece estar indo bem demais, pois são nesses momentos que mais saímos fora da linha.

Monitore suas finanças 

Como já comentado, o planejamento financeiro pode e deve ser revisitado durante todo o percurso. Logo, assim como se deve manter atento quanto aos seus ganhos, também é acompanhar o andamento dos seus investimentos.

Dependendo do tipo de aplicação, pode ser necessário rever a estratégia e, assim, um novo caminho.

Aprender a investir

Fazer render bem seu dinheiro investindo é possível, mas antes é necessária uma estratégia elaborada e consciente.

Geralmente, o bom investidor sabe o que quer, se mantém atualizado e frequentemente busca novas oportunidades de conseguir mais conhecimento.

Para se ter uma ideia, mesmo em períodos de crise, o Brasil se mantém cheio de oportunidades para quem quer investir e enriquecer. 

Definir as estratégias de investimentos baseadas em seu perfil de investidor agiliza o processo. Isso porque, para fugir de prejuízos e fazer escolhas mais assertivas, é importante saber que você precisa encontrar opções que se adequem ao seu modelo de negócios.

Diante disso, seja estratégico em suas escolhas, sempre levando em consideração:

  • a quantia que pretende investir;
  • o período disposto a esperar para ter os lucros;
  • os objetivos definidos para esse dinheiro.

>>> Leia mais: Perfl de investidor: saiba como descobrir o seu

Planejamento financeiro: aprimore com conhecimento técnico

Com tudo isso, ao saber o que é planejamento financeiro e como funciona, deixou você mais otimista para lidar com o dinheiro do jeito certo? Afinal, viver com tranquilidade financeira é o sonho de muitas pessoas, e isso só se deve com organização.

Uma maneira de deixar você mais conectado a mudar de vida é investir no Combo: Cursos de Educação Financeira, da Xpeed School.

São disponíveis quatro cursos para você alcançar seus objetivos. Em um deles, você irá aprender o poder do autoconhecimento financeiro, isto é, saber como você se relaciona com o dinheiro e entender por que é tão difícil falar dele.

Você também vai analisar as crenças sobre o dinheiro, até chegar ao equilíbrio certo. 

Boa ideia, não é? Então invista agora mesmo e mude de vida financeira. 

Imagem da campanha de um curso online "Aprenda Tudo sobre Educação Financeira" da Xpeed School.
banner graduação da xp educação

Continue Aprendendo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui