Diferenças entre criptoativos e criptomoedas: saiba quais são

As criptomoedas são os tipos de criptoativo mais conhecidos do mundo. Conhecer os termos e a diferença entre eles é importante para você iniciar nesse universo.

O mercado de finanças descentralizadas ainda é um mercado muito novo para a maioria da população, que acompanha o mercado financeiro e não entende bem os seus termos. Por conta disso, é comum as pessoas confundirem criptoativos e criptomoedas, e acharem que os dois termos se referem a mesma coisa. No caso, se referem a moedas digitais. 

Apesar desse pensamento não estar completamente errado, existem diferenças entre criptoativos e criptomoedas que são importantes saber caso você queira se tornar um investidor no mercado de criptoativos.

Neste artigo, além da diferença entre criptoativos e criptomoedas, falaremos sobre os principais criptos da atualidade e como investir. Continue a leitura e tire as suas dúvidas sobre o assunto!  

O que são criptoativos e criptomoedas?

De acordo com a Receita Federal, os criptoativos são “a representação digital de valor, denominada em sua própria unidade de conta, cujo preço pode ser expresso em moeda soberana local ou estrangeira, transacionado eletronicamente com a utilização de criptografia e de tecnologias de registros distribuídos”.

Em resumo, os criptoativos são todos os ativos virtuais protegidos por criptografia e que geralmente rodam em uma blockchain — um grande mecanismo de banco de dados descentralizado. Há diversos tipos de criptoativos no mercado financeiros, como criptomoedas, protocolos de finanças descentralizadas (DeFi), entre outros.

Já as criptomoedas, conhecidas popularmente como moedas virtuais, fazem parte do grupo de criptoativos. Elas são moedas totalmente digitais, utilizadas para pagamentos e transações financeiras no ambiente virtual, assim como o dinheiro. Entretanto, diferentemente do dinheiro, as criptomoedas não são emitidas pelo governo e não são reguladas.     

Diferença entre criptoativos e criptomoedas

Muitas pessoas confundem criptoativos e criptomoedas achando que são apenas termos diferentes para a mesma coisa. Mas, como já deu para perceber, existe diferença entre eles.

Os criptoativos representam todos os ativos digitais e envolvem diferentes tipos de ativos. Dentre o grupo de ativos digitais, estão as criptomoedas. Logo, podemos afirmar que as criptomoedas são um tipo de criptoativo.

Em resumo, para não esquecer ou não se confundir mais: toda criptomoeda é um criptoativo, mas nem todo criptoativo é criptomoeda

Por que é importante saber a diferença entre criptoativos e criptomoedas na hora de investir?

Se você deseja investir em criptoativos, seja ele criptomoedas ou qualquer outro tipo, é importante conhecer o que cada criptoativo representa para ter consciência de onde está investindo o seu dinheiro. 

Por exemplo, se você deseja fazer uma análise de criptomoedas antes de investir nas moedas virtuais é importante saber analisar a quantidade de projetos criados na blockchain da moeda. Apesar disso não ser uma garantia de sucesso, é um sinal que aquela criptomoeda tem chances de se valorizar no futuro.  

Criptomoedas são um tipo de criptoativo
Os criptoativos não se resumem apenas as criptomoedas.

Por outro lado, se você quer investir em um criptoativo do tipo token e quer avaliar o potencial do token, é importante saber se ele está sendo apoiado por alguma blockchain respeitada. 

Sabendo fazer análises desse tipo, você tem mais chances de acertar no investimento que mais se adequa ao seu perfil de investidor.  

Principais tipos de criptoativos 

Os criptoativos são um grupo com diversos ativos virtuais. Entre os mais populares estão as criptomoedas, os stablecoins, os NFTs e os tokens. Abaixo, falaremos brevemente sobre cada um deles:  

Criptomoedas

Com certeza, as criptomoedas são o criptoativo mais popular do mundo. Para ter uma ideia do que estamos falando, apenas o Brasil contabiliza mais de 10 milhões de criptoinvestidores, ficando atrás apenas de Índia, EUA, Rússia e Nigéria.  

Dentre as criptomoedas mais promissoras do mercado estão o Bitcoin, a criptomoeda mais conhecida e valiosa em todo o mundo, o ETH (Ethereum) e a Binance Chain (BNB).  

Stablecoins

Stablecoins, ou moedas estáveis em tradução para o português, são um criptoativo que se refere a moedas digitais lastreadas em outros ativos como moedas fiduciarias (dólar, euro, real, etc) ou commodities. Ou seja, isso significa que para cada stablecoins emitida, é  preciso ter a mesma quantidade do ativo atrelado disponível em caixa.

Por exemplo, no caso das duas stablecoins mais conhecidas do mundo, que são o Tether e o USD Coin, ambas atreladas ao dólar estadunidense, para cada moeda emitida é preciso ter em caixa a quantidade equivalente de dólar dos Estados Unidos. 

NFTs

Os NFTs, sigla em inglês para non-fungible token ou tokens não fungíveis em tradução livre para o português, são criptoativos que representam itens da vida real em um ambiente virtual. Por exemplo, obras de arte, quadros digitais, músicas, vídeos, entre outros, podem virar NFTs. 

A principal característica do NFT Criptomoeda é ser um item exclusivo que não pode ser alterado, pois possui certificado de autenticidade e é codificado pela blockchain. Mas, apesar de não poderem ser alterados, eles são itens que podem ser negociados e alguns valem milhões.    

Tokens

Os tokens são ativos digitais personalizáveis que representam um bem em formato digital e seu valor financeiro está diretamente ligado a quanto o ativo está valendo no momento. Ao contrário das criptomoedas, os tokens não precisam da sua própria blockchain para serem criados e operam em outras blockchains. Por exemplo, na blockchain da Ethereum é possível encontrar muitos tokens. 

Existem diversos tipos de tokens:

  • Tokens de segurança: vinculados a ativos externos, como ações ou bens, como imóveis ou carros. Cada token representa a fração desse ativo e é negociável;    
  • Token de capital: também chamado de Equity Token, ele funciona como o token de segurança. Entretanto, eles só podem ser vinculados às empresas ou commodities; 
  • Tokens utilitários: são tokens que concedem ao titular o acesso a produtos ou serviços que elas têm direito, além de oferecer benefícios como descontos exclusivos. Normalmente, são utilizados por empresas para atrair compradores para os produtos ou serviços que elas oferecem;   
  • Tokens de pagamento: utilizados como meio de pagamento de bens ou serviços. 

Criptoativos ou criptomoedas: qual o melhor investimento?

Segundo especialistas, do ponto de vista do investidor em relação aos riscos do investimento, não há muita diferença entre investir em criptoativos ou investir em criptomoedas. Uma vez que todos os criptoativos são voláteis e considerados de alto risco, os riscos são os mesmos para a maioria dos investimentos.

Como investir em criptoativos e criptomoedas?

Existem diversas formas de investir em criptomoedas e outros criptoativos. 

Em primeiro lugar, existem as Exchanges que são o meio mais conhecido para investir. Também chamadas de corretoras de criptomoedas, nas exchanges é possível comprar e negociar criptoativos de forma simples.

Além das exchanges existem os Exchange Traded Funds. Basicamente, os ETFs de criptos são fundos de investimentos negociados como uma ação na bolsa de valores. 

Também existem outras maneiras de investir em criptoativos, como o fundo de criptomoedas via fundos de investimentos e as negociações P2P feitas pelos usuários sem intermediação de terceiros.     

Conclusão

Como pôde perceber ao longo deste artigo, criptoativos é um grupo que engloba diversos ativos digitais protegidos pela criptografia. Entre os mais conhecidos do grupo estão as criptomoedas e os NFTs.

Conhecer os criptoativos, um dos produtos do mercado financeiro que mais cresce na atualidade, é importante porque aumenta as suas possibilidades de investimento e rentabilidade no futuro. 

Caso você queira aprender mais sobre o mercado de criptoativos e criptomoedas, o curso livre de Criptoinvestidor da XP Educação é feito para você! Conheça o curso e aprenda como investir no ativo que teve rendimento na última década. 

spot_img

Continue Aprendendo

spot_img