Dólar alto é bom ou ruim para o Brasil? Qual o impacto disso nos investimentos?

Veja de que maneira a moeda americana pode influenciar no país de acordo com a sua cotação

Quem acompanha os telejornais j√° est√° acostumado a ver not√≠cias sobre a varia√ß√£o do d√≥lar. Por ser uma das principais moedas do mundo, sua cota√ß√£o tamb√©m √© exibida em sites, redes sociais e at√© mesmo nas televis√Ķes dos elevadores. O que deixa d√ļvidas, no entanto, √© se d√≥lar alto √© bom ou ruim, especialmente para o nosso pa√≠s.

Se voc√™ tem investimentos, provavelmente est√° ainda mais interessado no impacto dessa moeda no Brasil. √Č por isso que neste artigo n√≥s explicamos n√£o s√≥ como funciona a sua cota√ß√£o, mas o que significa sua alta e baixa. Vamos l√°?

Como funciona a cotação do dólar?

Antes de saber se dólar alto é bom ou ruim, é preciso entender como funciona a cotação dessa moeda. Assim, você terá capacidade para avaliar as forças e oportunidades que ela oferece ao mercado.

Basicamente, a cotação do dólar funciona a partir da mesma lei que auxilia na precificação de um produto ou serviço: a de oferta e demanda. Isso significa que quando a oferta de dólar no Brasil é superior à demanda, o preço cai. Em contrapartida, se há mais procura que demanda, o preço sobe.

Existem diversas raz√Ķes que podem fazer com que a moeda americana sofra essas oscila√ß√Ķes, entre elas:

  • Taxa de juros do pa√≠s;
  • Volume de exporta√ß√Ķes;
  • Instabilidade pol√≠tica e econ√īmica;
  • D√©ficit comercial.

Por que o dólar aumenta?

Ao acompanhar os noticiários ou pesquisar sobre a cotação da moeda na internet, você certamente já se deparou com dois valores diferentes: a cotação do dólar turismo e a do dólar comercial. Veja a diferença entre elas:

  • O d√≥lar turismo √© o utilizado pelos viajantes. Quando um turista decide visitar para os Estados Unidos, por exemplo, precisa trocar reais por d√≥lares para usar em compras no pa√≠s. Por se tratar de um volume de transa√ß√Ķes menor, a cota√ß√£o dessa moeda, em geral, √© mais alta.
  • J√° o d√≥lar comercial √© usado pelas empresas e bancos em suas negocia√ß√Ķes. Ele est√° associado, por exemplo, a opera√ß√Ķes de importa√ß√£o e exporta√ß√£o, gerando impacto sobre a economia brasileira. Justamente por conta dos altos volumes de negocia√ß√Ķes, sua cota√ß√£o tende a ser mais baixa.
(Fonte: Getty Images.)

Mas e o que, afinal, influencia na oscilação, em especial o aumento, do dólar?

Como dissemos anteriormente, existem diversos fatores que podem resultar na alta ou na baixa da cota√ß√£o dessa moeda. Todos eles est√£o relacionados a quest√Ķes econ√īmicas, que envolvem n√£o s√≥ o pa√≠s de origem ‚ÄĒ no caso os EUA ‚ÄĒ como tamb√©m o pa√≠s no qual a cota√ß√£o √© feita ‚ÄĒ neste caso, o Brasil.

Considerando que a alta ocorre quando a oferta é maior que a demanda, podemos listar alguns motivos bastante comuns:

  • D√©ficit comercial: quando o Brasil importa mais do que exporta. Isso porque, ao comprar insumos de outros pa√≠ses, o pagamento deve ser feito em D√≥lar, o que diminui a oferta.
  • Aumento da taxa de juros: na verdade, a cota√ß√£o varia segundo o pa√≠s em que h√° o aumento da taxa. Para ocorrer a alta do d√≥lar, √© preciso que a taxa de juros dos Estados Unidos esteja alta, o que far√° com que investir no Brasil n√£o seja interessante e, consequentemente, resulte no aumento da moeda.
  • Maior consumo em d√≥lar: o aumento no n√ļmero de turistas brasileiros viajando e gastando em d√≥lar tamb√©m √© um fator que influencia na alta da moeda. Afinal, h√° um aumento de sua demanda.

Afinal, o dólar alto é bom ou ruim?

O primeiro ponto que deve ficar claro é que a alta do dólar pode gerar tanto vantagens, como desvantagens. Isso significa que não há uma resposta definida para essa pergunta. Na verdade, ela varia de acordo com a ótica, os fatores a serem considerados e o objetivo.

A alta do dólar influencia diversos fatores. Se você pretende viajar para o exterior, por exemplo, a valorização da moeda estrangeira tende a ser ruim. Isso porque, se o real estiver desvalorizado em relação ao dólar, sua viagem ficará mais cara.

Por outro lado, o dólar alto tende a incentivar o turismo interno, fazendo com que as pessoas circulem pelo Brasil em vez de irem para o exterior.

Quando a alta do dólar pode ser boa?

Seguindo na linha do exemplo acima, um d√≥lar alto faz com que o mercado interno fique mais aquecido. Afinal, as pessoas tendem a comprar menos produtos de fora e olhar mais para as op√ß√Ķes nacionais. Ou seja, vendedores ligados ao mercado interno se beneficiam da alta da moeda americana.

Embora isso possa parecer um problema para as empresas estrangeiras, também é uma oportunidade. Isso porque o alto consumo estimula as companhias a investirem mais no país, já que seus valores estarão mais valorizados. Assim, há maior injeção de dólar na economia brasileira.

A alta do dólar também é benéfica quando o assunto é a exportação. Afinal, quando a moeda está com uma cotação elevada, os lucros de companhias exportadoras e produtoras de commodities também aumentará. Ou seja, com o dólar alto na exportação é mais dinheiro entrando para a economia do país.

E quando a alta do dólar é ruim?

Se você está pensando em trocar de celular, a alta do dólar certamente será um problema para o bolso. Ainda que a compra ocorra dentro do país, o preço desse produto está diretamente ligado ao da cotação da moeda. Isso porque ela influencia no preço da matéria-prima, que vem de fora.

Al√©m dos componentes eletr√īnicos, itens como trigo e carne tamb√©m s√£o comercializados na moeda americana. Neste caso, se ela estiver em alta, ser√° preciso pagar mais em reais para compr√°-los. O reflexo disso pode ser visto nas prateleiras dos supermercados.

Talvez voc√™ j√° tenha percebido o quanto o d√≥lar impacta na infla√ß√£o do Brasil. √Č justamente o fato dele estar profundamente ligado ao mercado produtor que gera essa influ√™ncia. O IGPM, por exemplo, √© um indicador composto pelos pre√ßos ao produtor. Pre√ßos esses que variam de acordo com o d√≥lar.

O que pode influenciar a alta do dólar?

Você certamente sabe que o preço do dólar muda várias vezes ao longo de um mesmo dia. Basta deixar a página de cotação aberta para ver como as altas e baixas acontecem em questão de minutos.

Isso acontece porque existem diversos fatores que influenciam em sua cotação. O fato dessa moeda ser tratada como uma mercadoria é o principal deles. Afinal, a lei da oferta e da demanda passa a estar diretamente ligada ao seu valor.

A balan√ßa comercial, ou seja, a diferen√ßa entre o que o Brasil importa e exporta √© um dos pontos determinantes nessa quest√£o. Pensando na alta do d√≥lar, ela ocorre quando as importa√ß√Ķes est√£o melhores, j√° que o Brasil passa a comprar mais itens de fora e paga usando a moeda americana.

Crises, sejam elas nacionais ou internacionais, tamb√©m podem influenciar em um d√≥lar alto. Afinal, a instabilidade gera medo ao investidor, que deixa de colocar seu dinheiro no pa√≠s e procura por outras op√ß√Ķes mais seguras.

Nos investimentos, a alta do dólar é boa ou ruim?

Quando o assunto é investimento, não existe uma resposta pronta sobre uma situação ser positiva ou negativa para o investidor. Na verdade, tudo depende da ótica analisada e da oportunidade que o próprio investidor encontra para obter lucro diante da situação.

Falando especificamente do dólar alto, isso significa que ele pode ser bom ou ruim, a resposta estará no tipo de investimento a ser escolhido.

Por exemplo, se no passado, quando sua cota√ß√£o estava em baixa, voc√™ tivesse investido em d√≥lar papel-moeda, seu patrim√īnio hoje seria maior.

No entanto, o ponto mais básico para obter lucros com esse tipo de investimento é comprar na baixa e vender na alta. Logo, comprar dólar quando ele já está em alta é muito arriscado, uma vez que ele pode baixar e você terá que esperar até a próxima alta para poder vender sem prejuízo.

Por outro lado, h√° formas mais eficientes de lucrar com o d√≥lar na alta, que √© investindo em a√ß√Ķes de empresas que operam no mercado internacional. Como falamos anteriormente, para as empresas que trabalham com exporta√ß√£o, o d√≥lar alto √© bom, pois seus custos operacionais s√£o pagos em real. Em contrapartida, elas recebem em d√≥lar, o que aumenta consideravelmente seu lucro.

Vale lembrar que esse √© um tipo de investimento em renda vari√°vel. Ou seja, envolve riscos mais elevados que os de aplica√ß√Ķes de renda fixa, por exemplo, mas tamb√©m tende a oferecer muito mais retorno. Por isso, √© indicado para investidores com perfil arrojado ou moderado.

O que esperar do dólar em 2023?

Agora que voc√™ j√° sabe o quanto fatores pol√≠ticos e econ√īmicos do Brasil e do mundo podem afetar a cota√ß√£o do d√≥lar, provavelmente tamb√©m foi capaz de listar algumas das poss√≠veis raz√Ķes que podem levar √† oscila√ß√£o dessa moeda em 2023.

As elei√ß√Ķes presidenciais ocorridas no Brasil em 2022, por exemplo, podem ser a causa de uma eleva√ß√£o do valor. Isso porque a troca do comando causa incertezas no mercado e desincentiva os investidores a trazerem o dinheiro para o pa√≠s. Historicamente, isso n√£o seria uma surpresa.

Em 2002, quando Luiz Inácio Lula da Silva foi eleito presidente pela primeira vez, o país registrou o, até então, dólar mais alto da história. Na época, o discurso do candidato fez com que o mercado ficasse em alerta e a moeda disparasse, sendo negociada a R$ 3,95. Nos dias de hoje, esse valor corrigido giraria em torno de R$ 7,88.

De acordo com analistas, além da insegurança de um novo governo e o risco fiscal associado a ele, outros fatores que podem influenciar na cotação do dólar são o desempenho dos commodities internacionais e dos juros em países com economias desenvolvidas.

>>> Se você quer adquirir habilidades para investir com mais segurança ou entender como o mercado é influenciado, que tal conhecer os cursos oferecidos pela XP Educação?

Você pode, por exemplo, se tornar um especialista em investimentos no exterior. Ou, se preferir, fazer um MBA em assessoria de investimentos, sendo capaz de reconhecer e indicar as melhores oportunidades.

Com a assinatura Multi + você pode se matricular em dezenas de bootcamps, assistir a aulas interativas e se desenvolver no universo financeiro. Tudo isso a um valor fixo mensal. Para conhecer mais, é só clicar aqui e conferir a página oficial.

spot_img

Continue Aprendendo

spot_img