O que é mercado primário de ações? E o secundário? Onde e como investir?

Se você é um entre os milhões de brasileiros que estão começando a investir em ações ou mesmo em outros tipos de ativos, até os de renda fixa, é importante que domine conceitos básicos como o que é mercado primário

Afinal, qual é a diferença entre mercado primário e secundário? Onde você investe seu dinheiro? Em qual deles comprar ativos? Onde vender? 

Essas questões podem estar rodeando a sua cabeça, mas com a explicação de alguns conceitos, logo você vai respondê-las e poderá seguir em frente, rumo ao sucesso no mercado brasileiro. E que tal começar por aqui? 

O que é mercado primário?

Para começar a entender este conceito é preciso compreender que existem dois mercados em que títulos públicos ou privados podem ser negociados:

  • mercado primário, 
  • mercado secundário. 

O mercado primário de ações é o local em que as empresas negociam suas cotas pela primeira vez.

 Para o investidor é onde ele compra as ações diretamente das empresas de capital aberto. O capital investido na compra de ações dentro desse mercado será usado pela organização para a realização de investimentos diversos, conforme seu planejamento estratégico

O mercado secundário é o local em que os acionistas vendem suas ações para outros investidores, buscando lucratividade. Nesse “espaço”, os investidores negociam entre si as ações emitidas pelas companhias, ou seja, que originalmente foram compradas no mercado primário. 

Em resumo, é por meio do mercado primário que uma ação é comprada pela primeira vez. O investidor faz a compra diretamente da empresa e o capital é usado pela organização para colocar à frente seus projetos. 

No mercado secundário, as ações que em algum momento já passaram pelo mercado primário, são negociadas entre os acionistas (proprietários da ação) e os investidores que desejam aquele título. 

Aqui vale uma observação, os conceitos sobre mercado primário e mercado secundário não são exclusivos para o mercado de ações. 

Eles são usados para outros modelos de investimento, como os Fundos Imobiliários, em que você compra uma cota para ser sócio-proprietário de um imóvel, sem necessariamente possuir o bem. Não sabe o que são os fundos imobiliários? Então assista o vídeo abaixo e entenda quais são os seus benefícios.

Diferença entre mercado primário e secundário de ações

Para uma compreensão mais completa sobre o que é mercado primário e suas diferenças em relação ao secundário, vale a aplicação de um exemplo, com uma analogia simples, presente no dia a dia de todos nós. 

Pense em qualquer produto que você tenha hoje na sua casa. Qual foi comprado direto do produtor? Quantos foram comprados por meio de intermediários que compram do produtor e revendem para você? 

A caixinha de leite que você tem na geladeira, pode ser comprada na padaria ou no mercado. Logo, você comprou esses itens em um tipo de mercado secundário. 

O dono do mercado comprou o item diretamente do produtor, isso quer dizer que ele comprou no mercado primário. 

Dificilmente quem fez uma compra no mercado primário vai vender o produto, no mercado secundário, com um preço mais baixo do que o que pagou pelo item. 

Ou seja, geralmente, quem compra no mercado secundário, geralmente, paga mais caro do que quem compra no mercado primário. 

A partir dessa analogia, você pode considerar o governo e as empresas de capital aberto como os produtores das ações. Logo, eles fazem a venda no mercado primário. 

Quem consegue comprar as ações no mercado primário pode revendê-las no mercado secundário, idealmente, por um valor mais alto do que o comprado. Quando isso acontece indica que houve uma valorização da ação da empresa. 

Quando um título sai do mercado primário e passa para o secundário ele pode ser negociado infinitamente. Entretanto, no mercado primário ele é negociado apenas uma vez. 

Como comprar ações do mercado primário?

As ações do mercado primário, assim como as do secundário, são compradas e negociadas na bolsa de valores

Quando uma empresa deseja vender ações no mercado primário, esse processo recebe o nome de IPO, Initial Public Offering, ou ainda, Oferta Pública Inicial. 

Esse é o nome do momento de entrada de uma empresa na bolsa de valores, quando ela abre capital para que investidores possam comprar suas ações pela primeira vez. 

Os IPOs chamam muita atenção do mercado porque têm grande potencial de valorização. É a mesma lógica aplicada na analogia da caixa de leite que apresentamos acima. Quando você compra direto do fornecedor, as chances de obter o produto por um valor mais baixo é maior.

Para comprar ações você vai precisar abrir uma conta em uma corretora como a XP Investimentos, Rico e a Clear

Como dissemos na introdução deste artigo, outros tipos de títulos também operam no mercado primário, como:

  • Tesouro Direto, no qual você compra títulos diretamente do tesouro nacional, 
  • Fundos Imobiliários (Fii) são formados por grupos de investidores com o objetivo de aplicar recursos em diversos tipos de investimentos imobiliários, 
  • CDB, quando você “empresta” dinheiro para uma instituição financeira ou bancária, e mais. 

Aqui vale um ponto de atenção. Quando você precisa fazer, por exemplo, um resgate antecipado de um CDB ou de um título do Tesouro Direto, as próprias instituições compram esse título de volta. Isso também pode ser considerado uma movimentação de mercado secundário, afinal, esse título está sendo negociado pela segunda vez, e não pela primeira. Entretanto, o comprador é, geralmente, a própria instituição que vendeu o ativo. 

É importante compreender isso, porque em alguns conteúdos que você acessar sobre essas aplicações, também poderá se deparar com os conceitos de mercado primário e secundário.  

Conheça mais para investir melhor e aproveitar oportunidades

Todo mundo pode investir na bolsa de valores, comprando e vendendo ações, aproveitando a valorização de seus títulos ou os lucros que os dividendos trazem. 

Para isso, quanto mais você souber sobre os conceitos e termos associados às suas aplicações, melhores resultados em potencial você provavelmente terá. Além disso, investirá de forma mais segurança. 

No primeiro semestre de 2021, houve um aumento de 43% no total de investidores pessoa física no Brasil, em relação ao mesmo período em 2020, é o que mostra um estudo da B3. 

Se você quer fazer parte deste movimento, se inscreva no curso Aprenda a investir na bolsa de valores” da Xpeed School e conheça mais sobre os conceitos, o funcionamento da bolsa, como montar sua carteira e diversificar investimentos. Acelere seu aprendizado e potencialize seus ganhos. 

Imagem da campanha de um curso online sobre "Começar a Investir na Bolsa de Valores" da Xpeed School.

banner graduação da xp educação

Continue Aprendendo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui