O que é Renda Extra e 10 formas de aumentar a sua renda!

Quando se faz a pergunta “o que é renda extra?”, o que se passa pela sua cabeça: não tem ideia mesmo do que se trata o termo ou está mais curioso em saber que situações e atividades estão mais ligadas a ele?

Pensando em ambos os casos, decidimos abordar esse tema para oferecer não só o que significa o conceito, bem como opções que podem te ajudar nesse sentido.

 

O que é renda extra

Pois bem, renda extra se remete a uma renda alternativa – que não é a sua principal -, em que você ganha aquele dinheiro a mais para não precisar mexer no seu salário: a sua renda ativa.

Geralmente, se busca por isso – talvez seja o caso de você que está lendo – quando se está em dívidas ou em um contexto de aumentar seus ganhos mesmo.

Reduzir custo, ou seja, fazer economias já ajuda, sim, mas a renda extra pode potencializar ainda mais uma inversão de cenário de maneira positiva para você.

Felizmente, graças ao avanço da tecnologia, o número de opções acaba sendo maior do que seria há uma, duas décadas ou mais, deixando a renda extra mais ‘acessível’ às pessoas.

Aliás, se você ainda está reticente sobre se deve ou precisa de uma renda extra, falaremos sobre isso a seguir…

 

Motivos para você ter renda extra

Se, mesmo depois de saber o que é renda extra, você ainda não está completamente convencido de que isso servirá para você, verifique os fatores/motivos que podem fazer você mudar de opinião.

Essa alternativa é essencial para pessoas e famílias que fazem questão de:

  • Sair das dívidas;
  • Aumentar suas receitas;
  • Encontrar sua atividade de verdadeira paixão;
  • Ser seu próprio chefe;
  • Empreender.

Se você se identificou com um ou mais exemplos dos citados acima, a renda extra é o que você precisa.

Agora, já descobriu que precisa dela, mas não sabe qual caminho seguir para que consiga colocá-la em prática?

Fica tranquilo, chegaremos com umas sugestões abaixo, e uma delas pode ser a que você tanto deseja e é possível fazer acontecer!

 

Como conseguir renda extra

Uma vez entendidos o que é renda extra e os motivos para tê-la, vamos aos caminhos possíveis.

Porém, antes de mencionar as principais opções, vamos te lembrar de alguns cuidados que devem ser tomados.

Isso porque não basta começar uma atividade que você deseja no atropelo, baseado no impulso e sem planejamento, pelo contrário.

Por isso, saiba que investir numa renda extra também possui os próprios desafios, como:

  • Planejamento bem realizado: para fazer a renda extra dar certo, é preciso projetá-lo com eficiência, considerando agenda, mão de obra necessária, processos e outros obstáculos possíveis;
  • Sobrecarga física e emocional: dependendo da rotina que já possui hoje – sem renda extra -, principalmente se já for uma pessoa muito ocupada, trazer esse ‘algo a mais’ pode fazer você obter uma série de implicações negativas para sua saúde;
  • Manutenção de consistência: ao adotar uma renda extra, nem todos conseguem manter o ritmo, pois a atividade escolhida e como ela foi planejada pode exigir demais da pessoa, seja em tempo ou intensidade de dedicação, por exemplo;
  • Criatividade: principalmente se a ocupação definida não tiver a sua cara, criatividade para colocá-la em prática e, assim, fazê-la se destacar para os seus clientes e da concorrência podem ser um bloqueio, e tanto.

Desse modo, fica evidente que para ganhar dinheiro com a tal renda extra não é tão fácil quanto “ir lá e fazer”.

É necessário estar bem informado das condições e preparado para fazer valer a pena.

 

1. Cuide ou passeie com cachorros

Seja por conta de viagens ou outros compromissos que fazem as pessoas ficarem um tempo fora de casa, até mesmo longe dos próprios animais, tais bichinhos acabam ficando, muitas vezes, sozinhos e descuidados.

Para que eles não fiquem de lado nessas ocasiões, sites e outras plataformas já servem como ponte entre o tutor e o cuidador em questão.

Dependendo do caso, a pessoa pode ajudar apenas a passear com os animaizinhos ou passar dias tomando conta deles.

O valor a ser fechado depende muito do tempo e do serviço que será executado na hora, podendo variar de R$ 10 até uns R$ 100 dentro de um dia ou fim de semana, por exemplo.

Se você tiver mais tempo e condições de contribuir com essas funções, o valor pode ampliar ainda mais dentro de um mês.

De todo modo, só pratique uma atividade desse tipo se, realmente, possui a paixão e responsabilidade para com esses bichinhos, além de ter condições suficientes para executá-la.

Os animais mais abrangidos nesses casos acabam sendo mesmo os cachorros.

Portanto, se você possui uma paixão muito grande por esses seres, responsabilidade e condições básicas para cuidar deles, essa pode ser uma ótima alternativa.

 

2. Invista

Ao contrário do que você imagina, essa alternativa pode ser uma das mais acessíveis para quem busca (o que é) renda extra.

Isso porque, dependendo do investimento, você não precisa depositar um valor alto de início – pelo contrário -, não é tão complexo e não toma tanto tempo quanto algumas outras ocupações.

Apesar disso, se informar e conhecer o básico sobre o mercado financeiro é importante para que suas escolhas tenham mais chances de ser bem-sucedidas.

Por isso, descubra seu perfil de investidor, encontre uma corretora adequada e eduque-se financeiramente.

Assim, o seu dinheiro começará a trabalhar mais para você do que você para ele, se tornando uma renda extra bem conveniente.

Mas cuidado com as promessas de retorno altíssimo em pouco tempo, sejam vindas de assessores ou instituições financeiras sobre certas aplicações, pois raramente são seguras.

Fique atento!

Como, geralmente, se inicia pelas aplicações de menor risco…

Experimente o nosso curso abaixo sobre renda fixa!

Imagem da campanha de um curso online sobre "Renda Fixa: Ganhos com Baixo Risco" da Xpeed School.

 

3. Faça artesanato com foco em venda

Possui o hobby de produzir peças para vestuário e decoração, por exemplo, mas só para ‘passar o tempo’ mesmo ou para si próprio?

Saiba que uma atividade dessa pode ser muito válida para ser sua renda extra – especialmente, se essa sua habilidade manual interessante estiver aliada a uma criatividade e agilidade para um bom ritmo de produção.

Isso porque, em alguns casos, a procura pelo seu serviço e produtos pode ser muito grande.

Assim, é importante ser capaz de manter o estoque e assegurar a entrega de cada item feito.

Além disso, vale prestar atenção na precificação, levando em consideração os materiais usados, tempo de trabalho, mão de obra e deslocamento para entrega.

Se estiver em dúvida de qual valor colocar nos seus artigos, pesquise primeiro.

E sempre lembre-se de analisar o quanto uma renda extra como essa pode pesar na sua rotina.

 

4. Trabalhe como afiliado

Se você se fez a pergunta “o que é renda extra?”, também, possivelmente, se pergunte “o que é trabalhar como afiliado?”.

E te respondemos…

Trabalhar como afiliado significa divulgar produtos ou serviços online e ganhar uma comissão do que as pessoas gastarem com eles por meio do link que você enviar.

Plataformas como a Hotmart, Eduzz e o Monetizze oferecem essa oportunidade.

Então, para ter uma melhor ideia de qual produto ou serviço promover, primeiro, você precisa se cadastrar em um desses sites.

Em seguida, poderá conferir a lista disponível para avaliar qual tem mais a sua cara.

Depois de selecionado o produto ou serviço, um link será gerado especialmente para você.

Link, esse, que você terá de divulgá-lo nas suas mídias sociais e blog – se tiver – para fazer as vendas acontecerem.

Desse modo, a cada compra efetuada por meio do link com a sua identificação, gerará uma comissão para você.

Por outro lado, tenha a noção de que não é só enviar um link para alguém ou postar na sua mídia social, que as compras acontecerão automaticamente.

Em alguns casos ou muitos, você precisa persuadir seus seguidores, inscritos, leitores, família e amigos de que o que você está vendendo vale de fato a pena.

Por isso, dedique um tempo para estudar o produto ou serviço e construa argumentos convincentes para estimular as pessoas a comprá-los.

 

5. Faça entregas nos fins de semana

Se você tem uma moto ou bicicleta e, por exemplo, gosta de usá-las para se exercitar, também pode aproveitá-las para trabalhar como entregador de aplicativos de delivery.

Acaba sendo bastante simples e prático, já que basta se cadastrar e começar a usar sua bicicleta ou moto para fazer as entregas.

Como os fins de semana costumam ser os dias em que as pessoas mais possuem ‘tempo livre’, você pode utilizar esse período para exercer esse serviço.

A demanda nesse segmento vem crescendo cada vez mais, o que potencializa os valores recebidos por quem atua nele.

Porém, quando considerar essa alternativa, preste atenção em fatores como condições de trabalho, remuneração, clima e horários – grande parte das entregas, por serem de comida, geralmente, acontece nos períodos das refeições principais, como almoço e janta.

 

6. Seja motorista de transporte por aplicativo

Esse talvez seja um dos meios mais utilizados e conhecidos por quem vai atrás de o que é renda extra e como obtê-la.

E seguindo na onda de serviços oferecidos por aplicativo, se você possui um automóvel e o tempo devido, poderá dedicar algumas horas para fazer algum dinheiro com o transporte de pessoas.

Mesmo assim, vale tomar cuidados, pois rodar por mais tempo pela cidade pode acarretar consequências, como: desgaste do carro, eventuais acidentes, multas e afins.

Além disso, uma porcentagem do valor da viagem fica com o aplicativo em que você está cadastrado.

Ou seja, fatores como esses todos citados reduzem a margem dos seus ganhos.

Não bastasse isso, passar mais tempo no trânsito também pode resultar em muito estresse e cansaço, dependendo de quanto tempo dedica a isso.

Então, considere todos prós e contras possíveis antes de concluir sua decisão.

 

7. Aposte em serviços de beleza

Acredite ou não, serviços como massagem, manicure e cortes de cabelo são usados, sim, para ser uma fonte de renda extra.

Funciona, principalmente, quando você tem uma boa base de contatos e clientes que confiam e admiram seu trabalho.

A propósito, criar uma conta de Instagram pode ser bem útil para divulgar essas habilidades.

Só que para fazer esse tipo de renda extra acontecer, é necessário adquirir um espaço, equipamentos e uma agenda para controlar os horários da clientela.

 

8. Organize uma loja virtual

Para estruturar uma loja virtual ou se estabelecer em uma que já existe, vale analisar o que você venderá nela.

Por exemplo: produtos que você mesmo fez e faz ou comprou e compra em outros lugares?

Se você não tem a habilidade para construir uma do zero, busque algum e-marketplace – espaço virtual onde se faz comércio eletrônico – já existente e coloque os itens lá.

Possivelmente, de um jeito ou de outro, você precisará dispender uma certa quantia para botar o negócio para rodar até começar, de fato, a render.

Portanto, planeje-se e procure entender tudo o que envolve a formação de uma loja virtual de qualidade com venda de produtos atrativos.

 

9. Produza e venda alimentos

Muita gente atua nessa opção, mesmo sem se perguntar o que é renda extra e até antes dos tempos da internet, de tanto que aprecia cozinhar certos alimentos e vendê-los.

Uma determinada parcela da população tem um gosto muito grande por fazer doces, salgados e afins.

E quando essa pessoa faz bem feito, deixando esses alimentos com ótima aparência e deliciosos, as chances dessa renda extra funcionar aumentam.

Na hora de optar por essa alternativa, lembre-se de levar em conta os custos da matéria-prima, de operação e o quanto de lucro seria o bastante para você.

Além disso, pesquise e compare com outros negócios similares para saber se o preço que decidiu está sendo justo, abaixo ou acima do mercado em geral.

 

10. Crie um canal no YouTube

Se você domina demais um assunto e deseja que seus pontos de vista sejam ouvidos mundo afora, apostar em vídeos no YouTube pode ser a opção mais adequada para você.

Ali, você decide o que, como, em quanto tempo e com que frequência falar sobre os temas que estabelece para si mesmo – desde que não sejam ofensivos e/ou enganosos.

Com os vídeos ganhando uma certa audiência e anúncios entrando, um dinheiro extra realmente pode entrar com o tempo.

Só que produzir vídeos dá trabalho, pois para fazê-los com qualidade são necessários muitas horas e alguns dias de dedicação na estruturação, gravação e edição de todo o conteúdo.

Para que essa atividade seja uma renda extra que de fato compense, você precisa já ter condições favoráveis que facilitem esse processo do começo ao fim.

Mesmo assim, leva-se um tempo até o dinheiro começar a vir em quantidades que você julgue mínimas suficientes.

 

Conclusão

Bom, alternativas não faltam para quem se questiona o que é renda extra e qual pode ser a mais adequada, não é mesmo?

Além dessas, você próprio pode surgir com uma ideia diferente, se planejar bem e ter sucesso nesse negócio que construiu ou construirá.

O importante é sempre levar em consideração o quanto isso impactará na sua rotina e outros possíveis riscos que pode correr.

Dê preferência para fazer acontecer uma renda extra que curta colocá-la em prática.

Quando fazemos algo que realmente adoramos, as chances de dar certo são muito maiores do que quando realizamos algo que não temos muito interesse ou não damos tanta importância.

Imagem da campanha de um curso online sobre "Os primeiros passos no Mundo dos Investimentos" da Xpeed School.

spot_img

Continue Aprendendo

spot_img