Renda Fixa

Já ouviu falar que guardar dinheiro na poupança é o mesmo que deixar de ganhar dinheiro? Após ouvir isso, teve vontade de aplicar o seu dinheiro em outros locais, mas ficou com medo de perder tudo aquilo que juntou? Com a renda fixa, as suas chances de ficar no prejuízo são quase nulas.

Isso porque a renda fixa é um dos investimentos mais estáveis e conservadores que existe. Ele é indicado para quem está começando no mundo do investimento ou para qualquer pessoa que deseja ter uma reserva de emergência. 

Neste artigo, vamos explicar tudo sobre a renda fixa. O que é, quais os tipos, se existem riscos e quais são as vantagens e desvantagens desse modelo de investimento.

Leia Mais

O que é Renda Fixa

Renda fixa são aplicações financeiras onde o investidor no ato da compra já sabe quanto terá de lucro no momento do resgate do seu investimento.

A renda fixa trabalha com duas possibilidades: pré-fixada e pós-fixada. Entretanto, em ambos os casos, mesmo com as pequenas variações do pós-fixado, o seu saldo final será sempre uma margem de lucro positiva. 

Por ser um tipo de investimento indicado para pessoas com perfil mais conservador, a maior parte dos títulos são garantidos pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC), que garante a segurança de aplicações de até R$ 250 mil por CPF e por instituição bancária.

Como funciona a Renda Fixa?

Basicamente a renda fixa funciona como um empréstimo do seu dinheiro para bancos e empresas através da compra de títulos e em um determinado espaço de tempo, que pode ser de curto a longo prazo.

Dessa forma, o seu dinheiro, no lugar de estar parado numa conta bancária sem lucratividade, é emprestado às instituições que lhe devolvem o dinheiro com um valor extra de juros.  

Juros e rendimentos 

Para você entender melhor a diferença entre a poupança e as aplicações de renda fixa, vamos ao exemplo: imagine que você tem dez mil reais e pretende usá-lo daqui a 5 anos para dar entrada em um imóvel. 

Deixando o seu dinheiro na poupança, você teria um rendimento de aproximadamente R$13.103,94. Enquanto na renda fixa, nesse caso o Tesouro Prefixado, você teria um lucro de R$16.622,51.

Diferença entre Renda Fixa e Renda Variável

Ao contrário da renda fixa que investe já sabendo qual será a sua margem de lucro, na renda variável não tem como prever se terá um resultado positivo ou negativo.

Por isso, a renda fixa é um investimento conservador indicado principalmente para quem nunca investiu. Enquanto a renda variável é para perfis intermediários ou avançados, com certo conhecimento do mercado e estão dispostos a correr riscos.     

Tipos de investimento em Renda Fixa

Existem diversas formas de investir na renda fixa e você precisa conhecer bem cada uma delas antes de aplicar o seu dinheiro. 

 Abaixo, vamos falar um pouco de cada investimento:

  • Tesouro Direto: um dos investimentos de renda fixa mais populares, o Tesouro Direto é uma iniciativa da Secretaria do Tesouro Nacional em parceria com a B3 que oferece títulos públicos com diferentes tipos de rentabilidade e prazos de vencimento. 

No Tesouro Direto existem diferentes títulos: 

  1. Prefixado: possui taxa de juros fixa e no momento do investimento você já sabe quanto vai receber no resgate do título. É indicado para objetivos de médio a longo prazo;

  2. Selic: possui rentabilidade atrelada à Taxa Selic (taxa básica de juros) e é o mais indicado para objetivos de curto prazo, ou como reserva de emergência;

  3. IPCA: atrelado à inflação calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - IPCA, a sua rentabilidade é igual à inflação e é o mais indicado para objetivos de longo prazo.

  • Certificado de Depósito Bancário (CDB): nesse investimento você empresta dinheiro ao banco em um prazo estipulado na hora da aplicação e recebe o valor com correção de juros, que costumam ser diários; 

  • Debêntures: são títulos emitidos por empresas privadas que buscam captação de recursos para financiamento dos seus projetos. Esse é um dos poucos investimentos de renda fixa que não possuem garantia do FGC;

  • Letra de Câmbio (LC): a LC funciona como um empréstimo de dinheiro para as financiadoras em troca de um retorno maior após determinado tempo;

  • Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) e Letra de Crédito Imobiliário (LCI): nesses tipos de investimentos você empresta dinheiro a bancos para que eles possam investir no agronegócio e no crédito imobiliário.

Quanto investir em Renda Fixa

Acredita que é possível começar a investir a partir de R$ 100,00? Com a renda fixa, isso é real. 

Em títulos como Tesouro Direto, CDB e LCI você consegue dar o start na sua vida de investidor com apenas R$100,00.

O que considerar na hora do investimento

Na hora da compra do seu título deve considerar quanto tem para investir inicialmente, em quanto tempo quer receber esse dinheiro de volta (curto, médio ou longo prazo) e qual a opção com maior lucratividade diante desses fatores.

Vale a pena investir em Renda Fixa?

Assim como qualquer investimento, a renda fixa tem vantagens e desvantagens, conforme falamos a seguir.

Vantagens

  • Segurança: maioria dos investimentos de Renda Fixa são garantidos pelo FGC. Assim, não corre o risco de perder o dinheiro em uma crise financeira, por exemplo; 

  • Previsibilidade: no momento do investimento já consegue ter uma noção de quanto vai receber no dia estipulado para o resgate do seu título; 

  • Variedades de produtos: a Renda Fixa tem muitas opções de títulos, com valores iniciais para o investimento e rentabilidade bem diversificadas.

Desvantagens

  • Carência para resgate: alguns títulos, principalmente os pré-fixados, possuem tempo mínimo para resgate. Antes disso, não pode retirar o valor da conta, ou se fizer o saque ele tem um alto índice de desconto do Imposto de Renda;

  • Rentabilidade limitada: por ser um investimento de baixo risco, dificilmente os lucros vão ser maiores do que já estava previsto;

  • Taxas: poucos títulos são isentos da cobrança de IR ou IOF.

Colocar as vantagens e desvantagens na balança e avaliar o que você espera ao fazer um investimento será crucial no momento de decisão.

Guia definitivo: o que é renda fixa? Lucre com baixo risco!

Por acaso, você quer investir com segurança, mas sem perder de vista a rentabilidade e a liquidez? Possivelmente, você está buscando entender o que é renda fixa. E você...

O que é marcação a mercado? Entenda seu impacto no Tesouro Direto

Conhecer a rentabilidade dos papéis escolhidos é um dos motivos pelos quais investidores de perfil conservador tendem a...

Como funciona o mercado secundário de debêntures? Vale a pena investir?

De acordo com um levantamento da Quantum Finance, o volume negociado no mercado secundário de debêntures em novembro...

LCI e LCA têm FGC? Quais os riscos de investir nos dois papéis?

Todo investidor atento e preocupado com a segurança de seus investimentos busca informações sobre as garantias dos produtos...

Como funciona o IOF no Tesouro Direto? Entenda a cobrança e calcule a taxa

Quer investir em renda fixa, mas não conhece a tributação relacionada aos ativos? Saiba que você chegou ao...
spot_img

O que é marcação a mercado? Entenda seu impacto no Tesouro Direto

Conhecer a rentabilidade dos papéis escolhidos é um dos motivos pelos quais investidores de perfil conservador tendem a optar por produtos de renda fixa....

Como funciona o mercado secundário de debêntures? Vale a pena investir?

De acordo com um levantamento da Quantum Finance, o volume negociado no mercado secundário de debêntures em novembro de 2021 atingiu a marca de...

LCI e LCA têm FGC? Quais os riscos de investir nos dois papéis?

Todo investidor atento e preocupado com a segurança de seus investimentos busca informações sobre as garantias dos produtos escolhidos. Neste sentido, a dúvida “LCI...

Como funciona o IOF no Tesouro Direto? Entenda a cobrança e calcule a taxa

Quer investir em renda fixa, mas não conhece a tributação relacionada aos ativos? Saiba que você chegou ao lugar certo para tirar a primeira...

CRA é um bom investimento? Saiba como definir

Investimento de baixo risco, com isenção de imposto de renda, mais rentável do que a poupança. Com tantas características positivas, será que o CRA...

Como usar o simulador do Tesouro Direto ? Invista com praticidade!

Uma das alternativas para quem está querendo sair da poupança é começar a investir em títulos públicos, como o Tesouro Direto  , por exemplo....
spot_img