OKR, o que é e como mensurar?

Você sabia que o Google é uma das empresas precursoras da metodologia OKR? Saiba mais continuando a leitura!

Planejamento e execução de estratégias devem fazer parte do dia a dia das empresas. Se você trabalha em uma, provavelmente já se perguntou “OKR, o que é?”. 

E é muito importante que esses questionamentos surjam e sejam sanados, já que uma estratégia consolidada é essencial para que qualquer negócio funcione. 

Inclusive, você sabia que, segundo o Sebrae, a falta de um bom gerenciamento de estratégias é um dos principais motivos de falência de Pequenas e Médias Empresas (PMEs)? Pois é! 

Parece óbvio para alguns, mas muitas metodologias tradicionais já não funcionam mais. 

Hoje, as metodologias de gestão de pessoas e estratégias demandam muito mais: comunicação efetiva, times conectados e funcionários altamente alinhados com a estratégia da empresa e, principalmente, sua cultura. 

Você deve estar se perguntando como fazer isso, e a resposta é de apenas uma palavra que, coincidentemente, está na ponta das nossas línguas: OKR

Vamos conhecê-la? 

OKR, o que é?

Derivada da expressão inglesa “Objectives and Key Results”, que significa objetivos e resultados chave, OKR é, em suma, uma forma de estruturar ações de maneira que os objetivos da empresa sejam alcançados de maneira eficiente e ágil. 

A OKR se traduz em metas para todos os funcionários, sejam eles executivos, gestores, equipes e indivíduos. Ademais, a metodologia é um sucesso em grandes empresas como o Google, sendo uma das empresas precursoras dos OKRs no Vale do Silício.

O que atrai os OKRs para grandes empresas são os resultados que elas trazem para aquelas que os aplicam, além da facilidade na abordagem que, por sua vez, é focada na eficiência do funcionário. 

Como assim? Você nos pergunta. 

Simples: os OKRs são responsáveis por atribuírem prazos curtos para cada um dos objetivos e resultados chave, além de limitar os objetivos de forma sucinta, tendo em vista cada período de tempo e valor a ser alcançado.

Além disso, a abordagem dos OKRs visa todo o processo, ou seja, desde a definição dos objetivos e das metas até como, onde e quando os resultados serão mensurados e acompanhados são considerados. 

Como surgiu a metodologia OKR?

Andrew Grove, presidente da Intel, escreveu um livro na década de 1970 chamado de “Administração de Alta Performance”

Neste livro, Grove cita, de maneira superficial, os Objetivos e Resultados Chave que, na época, eram uma metodologia aplicada na gestão de metas e de colaboradores da Intel.

A Intel precisava aprender a se adaptar rapidamente, já que os avanços tecnológicos da época estavam transformando, definitivamente, o mercado. Assim, os OKRs tomaram o mundo.

Como funciona e para que serve a OKR?

Se pudéssemos resumir OKRs em uma frase, seria a definição de objetivos

Entenda mais como essa metodologia é dividida e funciona: 

Objetivos

Em suma, os objetivos são afirmações que descrevem, por sua vez, o que é esperado como resultado maior. Além disso, é importante que seja uma frase direta e curta, mas que ao mesmo tempo inspire a equipe. 

É importante ressaltar que esses objetivos precisam ter prazos, e que quanto menor é o tempo, melhor terá de ser a estratégia.

Resultados-chave 

São os desdobramentos dos objetivos, traduzidos em metas desafiadoras e mensuráveis. Segue exemplo: 

  • Objetivo: ser a melhor empresa para trabalhar no Brasil; 
  • Resultado-chave 1: e-NPS médio mínimo de 9;
  • Resultado-chave 2: implementar Vale Alimentação e Refeição;
  • Resultado-chave 3: implementar Plano de Saúde de qualidade para os funcionários;
  • Resultado-chave 4: aumentar em 60% o número de colaboradores que receberão uma promoção.

Qual a diferença de OKR e KPI?

As duas siglas têm a mesma quantidade de letras e um “K” no meio. Isso, muitas vezes, faz com que muitas pessoas as confundam. Mas não se enganem: elas são diferentes. 

O foco aqui é um: chave. Em ambas as siglas temos essa palavra, mas enquanto no OKR nos referimos a resultados-chave, no KPI nos referimos a indicadores-chaves. 

Em suma: os OKRs são definidos anteriormente e buscam ser o norte para equipes e funcionários, além de ficarem nas metas que precisam ser alcançadas. 

Os KPIs, por sua vez, medem a performance dos indicadores e não, esses indicadores não são a mesma coisa que os OKRs. 

É possível alinhar o OKR e KPI?

Sem dúvidas! 

Das seguintes formas:

  • KPIs atuando como forma de mensurar o que deve ser melhorado numa estratégia baseada em OKRs;
  • OKRs sendo usadas como metas de melhorias nos KPIs.

KPI + OKR = eficiência e eficácia!

O que difere a OKR de outras metodologias?

Em suma, ela não é inflexível e cheia de regras como as metodologias tradicionais. Mas existem algumas principais diferenças entre as metodologias tradicionais e OKR. 

O OKR tem, diferentemente das metodologias tradicionais: 

  • Metas definidas em tempo mais curto; 
  • Erros corrigidos mais rapidamente graças ao curto período de tempo;
  • É de fácil entendimento;
  • É transparente;
  • Os resultados-chave são reportados semanalmente;
  • Reforça a cultura data-driven.

Quais os benefícios da OKR para as empresas?

Existem diversos e, quando olhamos para empresas bem sucedidas como Intel e Google, as precursoras dos OKRs, entendemos que a metodologia dá certo mesmo! 

Conheça alguns benefícios da implementação da metodologia OKR nas empresas:

1. Agilidade

O foco do OKR é ser ágil. Portanto, os ciclos de metas são curtos, assim as empresas conseguem reagir e se adaptar às mudanças. 

Normalmente, o ciclo utilizado é o de três meses, ou seja, trimestralmente. 

2. Clareza e Inspiração da equipe

A metodologia OKR é focada em resultados com um modelo transparente. 

Assim, os profissionais mais dedicados e comprometidos são facilmente vistos pelas lideranças da empresa já que o OKR evidencia a qualidade das equipes e colaboradores. 

Essa relação entre clareza e inspiração é forte, visto que, com base na performance (analisada graças a transparência da metodologia) é possível criar ações de reconhecimento para funcionários, inspirando-os a fazer sempre mais e melhor.

3. Facilidade de entendimento

A abordagem é muito fácil e inclusive os próprios OKRs são fáceis de serem compreendidos.

Como implementar a metodologia OKR na sua empresa?

Siga os seguintes cuidados: 

  • Seja específico e claro na definição das metas: principalmente para as pessoas que serão responsáveis por executar as tarefas;
  • Traga a sua equipe na hora de definir os objetivos: isso aproximará todos, trazendo mais envolvimento e desafios;
  • Pense em metas de curto prazo: quanto menor o seu time, menor deve ser os prazos;
  • Acompanhe sempre: isso mesmo, a todo momento!

Como mensurar os resultados OKR na empresa?

Como acabamos de citar acima: o acompanhamento dos OKRs deve ser feito a todo momento. Eles são motivadores organizacionais e ajudam a inspirar os colaboradores a entender que o trabalho deles está trazendo impacto, ao verem os resultados.

Siga as seguintes dicas para mensurar os seus resultados: 

  • Utilize dados: eles os ajudarão na melhoria dos processos e os dados ajudam na criação de feedbacks e insights que serão relevantes para a empresa;
  • Incentive a sua equipe a coletar os dados: eles precisam entender que essa coleta, correta e constante é essencial para um acompanhamento e mensuração ideal e eficiente dos OKRs”

Erros comuns ao utilizar a metodologia OKR

Hoje, nós montamos uma lista de 4 erros que vários gestores cometem quando o assunto é aplicação e utilização da metodologia OKR. São eles:

  • Muitas OKRs: OKR é o que é mais importante para você no trimestre, não no ano inteiro. A sua equipe precisa lembrar de todas elas! 
  • OKRs como lista de tarefas: é o que falamos acima, além da sua equipe precisar lembrar de tudo, você não está entregando tarefas com OKRs;
  • Isolamento: você precisa discutir as suas OKRs. Converse com outras pessoas e equipes, ok?
  • Falta de acompanhamento: sem ele de maneira regular, você não vai alcançar as OKRs que você mesmo indicou.

Chegou a hora de ser referência em Gestão!

Conheça a pós-graduação em Gestão Exponencial da XP Educação.

spot_img

Continue Aprendendo

spot_img