Leilão de ações: entenda o que é, para que serve e como ele funciona na prática

Diariamente as ações de empresas listadas na bolsa de valores são negociadas no chamado pregão.

A todo momento realizam-se operações de compra e venda de ações. Quando há altas oscilações na oferta e demanda desses ativos, a bolsa de valores faz uso de um mecanismo para controlar a volatilidade do mercado.

Estamos falando do leilão de ações. Você já ouviu falar?

Neste artigo, vamos esclarecer o que significa ações em leilão, como funciona esse processo e por que ele acontece.

Continue a leitura para descobrir também quais são os principais tipos de leilão que são realizados na B3.

O que é leilão de ações?

Podemos definir o leilão de ações como um recurso da bolsa de valores para conter as altas oscilações no valor de ativos, diminuindo distorções nos preços.

Trata-se de um mecanismo pelo qual se interrompem as negociações das ações de determinada empresa no pregão e as ofertas de compra e venda passam a acontecer em um sistema fechado.

No leilão, a transação só é concluída quando a ordem de compra e a ordem de venda de uma ação são equivalentes.

>>> Leia também: Como operar na bolsa? 7 dicas para investir no mercado de ações

Como funciona o leilão de ações?

O leilão de ações funciona como uma forma de proteger não somente os ativos, mas também os investidores e o próprio mercado de ações.

O leilão é uma estratégia que interrompe a negociação imediata de ações com o objetivo de manter sob controle o valor dos ativos, que podem tanto subir de forma estratosférica como   descer vertiginosamente em determinadas situações.

A intenção é fazer com que as ofertas de compra e venda ocorram com preços mais racionais, evitando oscilações atípicas.

Geralmente, os leilões de ações duram cinco minutos e podem ser prorrogados pelo mesmo tempo.

Um exemplo mais notório de leilão ocorreu com as ações da Vale logo após o último rompimento da barragem de minério em Brumadinho, Minas Gerais.

Na época, as ações da empresa despencaram e foi preciso ativar esse mecanismo para conter a desvalorização desses ativos.

Veja mais: Qual o significado dos códigos das ações? Saiba identificar os ativos na Bolsa

Por que as ações entram em leilão?

Depois de entender o que é leilão de ações e como ele funciona, fica mais fácil compreender por que as ações de uma companhia podem passar por esse processo.

Como mencionamos, essa é uma estratégia a qual a B3 recorre para frear a alta volatilidade do mercado, quando tem muita gente querendo comprar ou vender ao mesmo tempo.

Basicamente, os principais motivos para justificar a entrada de ações em leilão são:

  • alta ou queda a partir de 10% no preço de um papel em relação ao preço registrado na abertura do dia (durante a sessão) ou no fechamento do dia anterior (antes de abrir o pregão);
  • oscilação entre de 10% a 20% no preço da ação em relação ao último preço desse papel antes de ele entrar em leilão.

Quais são os principais tipos de leilão de ações?

Existem três diferentes tipos de leilão de ações. Cada um possui uma finalidade específica e se diferem principalmente em relação ao momento em que ocorrem.

Leilão de pré-abertura

O leilão de pré-abertura é realizado 15 minutos antes de o pregão  abrir. Durante esse período, os investidores têm a oportunidade de fazer suas ofertas de compra e venda dos papéis de interesse.

No entanto, as negociações só começam mesmo com a abertura do pregão. Essa modalidade é mais comum para ativos de liquidez mais elevada e serve para testar os preços das ações logo no início do pregão.

Leilão de fechamento

Quando o pregão está a cinco minutos de fechar, inicia-se o leilão de fechamento. Esse tipo é restrito para ações atreladas a algum índice Bovespa.

Por exemplo: 3R Petroleum, Alpargatas, Ambev SA e Americanas.

Segundo dados da bolsa de valores divulgados pela Capital Search, muitos investidores aguardam os momentos finais do pregão para fechar lances, pois querem ter certeza de que estão adquirindo os ativos pelo preço final. 

Por isso, o volume de negociações no leilão de fechamento chega a ser de 5 a 10% das operações realizadas no dia.   

IMPORTANTE: As ofertas não podem ser canceladas, a não ser em casos muito atípicos.

Leilão durante o pregão

Há também os casos em que o leilão ocorre enquanto o pregão está aberto. A intenção é proteger o mercado de oscilações muito abruptas

Saiba mais: Conheça os principais tipos de ações e saiba como reconhecê-los

Bom, espero que tenha ficado para você o que é e como funciona o leilão de ações. 

Lembre-se de que estudar os mecanismos da Bolsa de Valores é indispensável para que você possa ser bem sucedido ao investir no mercado de ações.

Para isso, que tal fazer um curdo com dicas como estas:

  • Com funciona o mercado de ações;
  • Como é feita a remuneração dos acionistas;
  • Participação do mercado e controles.

Matricule-se agora no curso: Aprenda a investir na bolsa de valores

banner graduação da xp educação

Continue Aprendendo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img