O que é day trade, como funciona, melhores estratégias e mais!

“O que é day trade?”, essa é uma pergunta que surge sempre quando  pesquisamos sobre ações e as possibilidades de investimento de renda variável. 

Nos últimos anos, segundo o Google Trends, o número de pessoas que buscam por informações sobre “o que é day trade” cresceu consideravelmente no Brasil.

Este pode ser um bom indicativo de como os brasileiros estão mais curiosos sobre o mercado financeiro e as oportunidades que ele pode oferecer.

Ao mesmo tempo, é preciso lembrar que o mercado financeiro exige muito estudo e prática, principalmente quando falamos sobre renda variável. E com o day trade não é diferente.

Ainda neste artigo, você verá que o day trade pode ser uma boa oportunidade para quem gosta de analisar gráficos, observar as movimentações do mercado e lucrar com os altos e baixos da bolsa de valores.

E foi justamente para te ajudar a aprender como funciona o day trade que escrevemos este conteúdo para você.

Separamos nosso artigo com os seguintes tópicos para facilitar a sua leitura:

  1. O que é day trade?
  2. Como funciona o day trade?
  3. Quem pode atuar como day trader?
  4. Qual o valor mínimo para fazer day trade?
  5. Análise gráfica no day trade
  6. Estratégias em como fazer day trade
  7. Materiais e cursos de day trade
  8. Melhor corretora para day trade
  9. Taxas e impostos no day trade

Quer saber como começar? Então continue lendo e aprenda como funciona o day trade para iniciantes.

O que é day trade?

Assim como o próprio nome já sugere, o significado de day trade é negociação diária. 

Com início e fim dentro do mesmo dia, essa estratégia se baseia em operações financeiras de curto prazo, que podem durar apenas alguns minutos ou algumas horas.

O modelo atua a partir de ativos negociados na Bolsa de Valores como ações, opções ou contratos futuros e utiliza das oscilações do mercado para agarrar oportunidades de lucro.

Então, de forma simples e resumida: o day trade é uma operação financeira, que realiza a compra e venda de ativos da renda variável, dentro de um mesmo dia. O objetivo é aproveitar as vantagens que a volatilidade (oscilação) diária de diferentes títulos podem apresentar.  

Como funciona o day trade?

Muitas pessoas se perguntam como funciona o day trade, e acham que esse é um assunto muito difícil de entender, o que não é verdade.

Entender o que é day trade é até bem tranquilo, como você está lendo até aqui. O difícil mesmo é fazer uma boa análise gráfica no day trade. Afinal, a partir dela você fará a leitura do mercado e poderá tomar suas decisões. 

Mas, antes de chegarmos à análise de gráficos, vamos compreender de fato como funciona a modalidade. 

Para realizar uma operação day trade será necessário acessar a plataforma da corretora escolhida pelo trader (nome pelo qual é chamada a pessoa que faz esse tipo de operação).

O trader atua durante o pregão da bolsa, dentro do home broker, o sistema que permite que você realize a compra e venda de títulos. O pregão é o nome dado ao momento em que a Bolsa de Valores brasileira está em funcionamento. Seu horário vai das 9h30 até às 18h, apenas em dias úteis.

Para uma operação de day trade, o investidor deve procurar oportunidades que possam aparecer durante o pregão, para conseguir o seu lucro desejado dentro de algumas horas.

Normalmente, esse lucro é um valor que ele próprio fixa como meta de ganho.

O objetivo é encontrar títulos que vão sofrer oscilação em seu valor ao longo de um mesmo dia. Dessa forma, por exemplo, você pode comprar e vender esse papel, lucrando a diferença em relação ao que pagou e pelo quanto vendeu.

Como falamos acima, você pode operar diversos papéis, entre eles os contratos futuros, em que a operação ocorre alavancada. Isso significa que você vai poder realizar algumas operações de valor maior do que o que você tem na conta da corretora. 

Para isso, entretanto, será necessário alocar um valor de garantia. Esse valor também é depositado na conta da corretora. 

O objetivo da alavancagem é que você possa aproveitar melhor os seus ganhos.

Geralmente, o capital com o qual você opera alavancado é emprestado pela própria corretora. 

Neste mercado futuro você negocia um título pelo valor que acredita que aquele papel valerá. Se você acertar a sua previsão, você recebe a diferença entre o valor de seu contrato e o valor final. E claro, se errar, essa diferença sai de seu bolso.

É essa alavancagem que pode fazer com que você, com apenas R$50, multiplique seu dinheiro em poucas transações. Ou até mesmo apenas uma única.

Para que você aprofunde o seu conhecimento sobre o que é alavancagem financeira dentro dos investimentos, indicamos a leitura do conteúdo, Como funciona a alavancagem? Será que essa estratégia vale a pena?”. 

Quem pode atuar como day trader?

Agora que você viu como funciona o day trade, saiba que para se tornar um, você precisa apenas ter um CPF sem restrições e se cadastrar em alguma corretora de valores que oferece um home broker, como a Clear, especializada em Bolsa de Valores.

Como dissemos acima, o home broker é a ferramenta que vai te permitir realizar suas operações de compra e venda, mas também é com ele que você poderá acompanhar as principais informações. Fazer sua análise gráfica para day trade, conferir o histórico de preços e analisar tendências no mercado.

É importante lembrar também que o day trade exige bastante estudo e conhecimento sobre investimentos, mercado financeiro e indicadores. Bem como a compreensão acerca dos cuidados necessários para esse tipo de operação.

E se você é iniciante e está com medo de cometer algum erro, que tal aprofundar seu conhecimento sobre como investir em ações? No vídeo abaixo, a especialista Clara Sodré apresenta um guia completo sobre o assunto. Vale a pena assistir. 

Qual o valor mínimo para fazer day trade?

Não existe um valor mínimo para começar a fazer day trade. Uma ação pode valer apenas R$15 e já é o suficiente para você comprar e vender.

Mas é claro, que conforme você pode aportar mais capital, maiores ganhos e oportunidades de retorno vão chegar a você. 

Análise gráfica no day trade

Como você já deve ter imaginado, estudar e analisar gráficos é parte do trabalho de um trader.

Por trás de cada gráfico existem padrões que muitas vezes se repetem, fazendo deles previsíveis ao analisar o histórico do ativo no mercado.

Ao fazer a leitura de um ativo, você poderá encontrar três tipos de tendências para seus ativos:

  • reversão: é quando um ativo muda sua trajetória e entra em rumo contrário ao presente;
  • continuação: é quando um ativo continua seguindo a tendência de queda ou de alta;
  • bilateralidade: é quando um ativo tem a mesma tendência de alta ou baixa. Normalmente se apresenta em momentos de lateralização, onde você ainda não consegue determinar com clareza a tendência.

Para ajudar na análise dos gráficos, os home broker das corretoras dão diversas opções de tipos gráficos para representar o mercado. Entre os principais estão:

  • Linha: os gráficos em linha são os mais básicos e comuns para representar os ativos. Eles apenas mostram o valor de fechamento dentro de um período de tempo. Ótimo para uma leitura rápida e geral do cenário.
  • Barra: uma evolução dos gráficos em linha, os gráficos em barra mostram, além dos valores de fechamento, os valores de abertura, máximo e mínimos daquele período. Ótimo para uma leitura mais aprofundada de um curto espaço de tempo.
  • Candle ou candlestick: estes são os famosos gráficos de vela, por conta de sua imagem. Nele você também encontra as mesmas informações do gráfico de barras, com a visualização e representação das tendências de quedas e altas.

Existem muitas formas de analisar os padrões gráficos e algumas das mais usadas pelos traders são:

  • Triângulos ascendentes e descendentes: essas formações gráficas aparecem quando se traça retas rentes aos valores máximos e mínimos de cada fechamento no período. Elas podem identificar altas ou baixas no mercado.
  • Fundo ou topo duplo: quando o mercado se lateraliza e forma dois picos de topo ou fundo parecidos, com valores bem próximos. Pode indicar uma tendência de baixa em topo duplo e alta em fundo duplo.
  • Cabeça e ombros: este padrão aparece como uma espécie de topo triplo, porém com a diferença de que o topo do meio é consideravelmente maior que o primeiro e segundo topo. Formando assim, uma imagem como dois ombros ao lado do topo (cabeça).

A análise gráfica no day trade existe muito estudo e observação para conseguir identificar cada uma das formações. 

Existem muitas formações gráficas diferentes e neste momento, de aprendizado em day trade para iniciantes, é importante apenas que você saiba que elas existem. Para, a partir daí, você começar a ter uma ideia de como funcionam as operações em day trade.

Como fazer day trade? 3 estratégias 

Você, como day trader iniciante, deve levar em consideração que a análise gráfica é parte das táticas de um trader. Ela é uma estratégia base para outras que vão te ajudar a tomar diversos caminhos e ações com seus aportes.

Com isso em mente, algumas das principais estratégias usadas para day trade são:

  • Scalping: o scalping consiste em realizar operações em um curto espaço de tempo no mercado. Se expondo minimamente a riscos, porém também com retornos menores. Para compensar este menor retorno, um scalper precisa realizar um número muito maior de operações.
  • Reverse Trading: o reverse trading consiste em operar contra a tendência do mercado. Pode-se dizer que você está nadando contra a maré. Uma aposta intuitiva de que vai haver uma reversão no mercado.
  • Momentum Trading: ao contrário do reverse trading, o momentum é a estratégia de operar a favor da tendência. Você aproveita momentos de forte tendências para ganhar com ela.

Pois é, saber o que é day trade envolve muita informação e estudo, mas, nada que você não possa alcançar. Pois, o principal aqui é a experiência, que você vai conseguir com o tempo.

Mas, como começar? Qual é o melhor caminho para o trader iniciante? No vídeo abaixo,  Rafael Ribeiro, analista da Clear Corretora, ensina uma estratégia muito interessante para quem quer começar no Day Trade. Vale a pena conferir. 

Melhor corretora para day trade

Escolher a melhor corretora para day trade é uma tarefa até bem simples, pois a maior parte dos custos que você terá será com impostos e algumas taxas básicas que existem em qualquer corretora. Ainda falaremos sobre isso neste artigo. 

Porém, algumas taxas podem fazer uma grande diferença no final do mês. Como a taxa de corretagem.

Uma ótima corretora para day trade é a Clear, que oferece taxa zero de corretagem. Além de possuir um ótimo software e ferramentas exclusivas para day traders.

Taxas e impostos no day trade

Para operar como day trader você precisa estar ciente dos custos que essa prática envolve. Desde custos com o governo, a B3  e as corretoras.

Também é importante considerar os cuidados necessários com o pagamento de Darf no day trade e Imposto de Renda.

Para facilitar a sua vida de trader iniciante, listamos os principais custos que você vai encontrar para operar:

  • Emolumentos da Bovespa e CBLC (Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia); incidência de 0,025%, sendo 0,02% de Liquidação e 0,005% de Emolumentos,
  • Imposto de renda; o investidor de day trade deve pagar 20% de IR sobre qualquer lucro que tenha obtido no mês, independente do valor da negociação
  • Taxa de corretagem: em corretoras como a Clear, essa taxa é zero, 
  • ISS (Imposto Sobre Serviço) incide sobre a taxa de corretagem com alíquota de 9,65%. 

Ficou por dentro do que é day trade? Prepare-se para começar a operar

Agora que você viu tudo sobre o que é day trade, significado, como fazer e as estratégias, imagino que tenha ficado mais fácil entender como ganhar dinheiro com esse tipo de operação. 

Como falamos acima, você vai precisar estudar muito para ter mais segurança e rentabilidade desses investimentos, reduzindo suas chances de perda.  

Para isso, conheça o curso da Escola de Trading da Xpeed School by XP Inc. “Tudo que aprendi em 12 anos de day trade”, com André Moraes, especialista de investimentos da Rico. 

Campanha de um curso online sobre "Tudo que aprendi em 12 anos de day trade" da Xpeed School.
spot_img

Continue Aprendendo

spot_img