O que é liquidez diária? Quais investimentos têm essa característica

Se você quer se tornar um investidor no mercado financeiro é preciso entender sobre muitos assuntos. Um deles é acerca da liquidez dos investimentos.

Essa prática é importante porque, ao dominar esse tema, você conhece a capacidade do ativo de virar dinheiro.

Por exemplo, para quem se interessa pela retirada dos investimentos no curto prazo, o mais indicado é procurar ativos com liquidez diária.

Você é uma dessas pessoas? Então chegou ao lugar certo!

Aqui você vai entender o que é liquidez diária, em quais investimentos ela está inserida e se é realmente o que você procura. Atualmente as aplicações que possuem essa característica, são:

  • tesouro Selic;
  • fundos DI;
  • CDB com liquidez diária.

Quer saber se eles atingem seus objetivos? Continue a leitura para conferir todos os detalhes de como funciona um investimento com liquidez diária.

O que é liquidez diária?

Em primeiro lugar, para entender o que é liquidez diária é preciso entender o conceito de liquidez. Basicamente, liquidez está relacionada ao processo de resgate do seu dinheiro aplicado em um investimento.

Investimentos com alta liquidez, ou liquidez diária, por exemplo, podem ser resgatados no curto prazo. Ou seja, pouco tempo depois de tê-lo feito.

No entanto, é recomendado que o resgate seja feito, pelo menos, depois de 30 dias de aplicado. O motivo é que o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) incide sobre os ativos com liquidez diária.

Confira abaixo a tabela regressiva do IOF com a taxa percentual correspondente ao tempo que pede a retirada dos recursos.

tabela IOF - O que é liquidez diária

Além da alta liquidez existem os investimentos que possuem média e baixa. A explicação sobre elas também é simples, basta seguir o mesmo raciocínio da liquidez diária.

  • Média liquidez: o resgate demora mais que um dia e tem possibilidade de perdas;
  • Baixa liquidez: o resgate demora muito mais tempo para acontecer, o que não é recomendado para quem busca a rentabilidade em curto prazo.

Ter noção do que é liquidez diária e dos outros tipos de liquidez é muito importante para decidir onde quer aplicar seu dinheiro. Além disso, saber qual tipo de investidor você é vai te ajudar nessa escolha.

>>> Não sabe qual investidor você é? O post “Perfil de investidor: como se analisa e tipos”, vai te ajudar nessa descoberta.

Liquidez diária: como funciona nos investimentos?

Para entender como funciona um investimento com liquidez diária é bem simples. Como já explicamos acima, esses ativos permitem que o resgate seja feito a qualquer momento e o pedido é feito no mesmo dia.

Mas, você sabe o que permite que a liquidez desses investimentos seja alta? Alguns fatores podem ser citados, como:

  • alta demanda de compra por investidores;
  • preço;
  • tipo de ativo.

Uma maneira simples de identificar se um ativo tem alta liquidez ou não é observando sua sigla. Caso ela se inicie com D+0, significa que o investimento é de alta liquidez. Quanto maior for o número, menor será a liquidez do ativo.

Qual a importância de aplicar em investimentos com liquidez diária? 

Até aqui você já entendeu o que é liquidez diária e como ela funciona. Mas, você sabe a importância de ter ativos com essa característica na carteira de investimentos?

Não? Acompanhe o raciocínio:

Carlos é um profissional autônomo e investe em ativos com baixa liquidez visando sua aposentadoria. No entanto, com a pandemia se viu sem renda e, por investir com baixa liquidez, não conseguiu resgatar o dinheiro rapidamente, ficando com dívidas.

O que resolveria a vida de Carlos nessa situação de emergência? Um investimento com liquidez diária.

Independentemente do tipo de investidor, a maior importância de se obter na carteira de investimentos algum ativo com liquidez diária é a reserva de emergência. Entenda melhor como montar a sua no vídeo abaixo. Aperte o play!

Qual investimento tem liquidez diária?

Vamos recapitular o que você já sabe até aqui.

  • O que é liquidez diária ✔️
  • Como funciona investimento com liquidez diária ✔️
  • Importância da liquidez diária na carteira de investimentos ✔️

Já é bastante coisa, mas ainda falta uma das principais: qual investimento tem liquidez diária? Não seja por isso! Confira a seguir os detalhes dos três principais ativos com alta liquidez e decida qual melhor se encaixa aos seus propósitos.

Tesouro Selic

O Tesouro Selic é um investimento de renda fixa com rendimento atrelado à taxa Selic. Portanto, sua rentabilidade varia conforme a economia do país.

Como assim?

Quando o país sofre com incertezas econômicas a inflação tende atingir percentuais mais altos. Para controlá-la, a Selic também tende a aumentar. Nesse sentido, investimentos atrelados à Selic ficam com mais rentabilidade.

É importante citar que, mesmo que seja um ativo com liquidez diária, ao escolher o Tesouro Selic é preciso decidir uma data de validade. Você poderá pedir a retirada até o vencimento do contrato.

Vale lembrar que nessa retirada serão tributados IOF e Imposto de Renda. O percentual é equivalente ao tempo que deixou aplicado.

Fundos DI

Saber o que é liquidez diária e como ela funciona é um grande passo para entender os investimentos com essa característica. Os Fundos DI são um deles.

Os Fundos DI são negociados em cotas e sua rentabilidade segue o indicador CDI – Certificado de Depósito Interbancário. Por não ter uma data de vencimento, este ativo é tributado pelo imposto come-cotas, uma variação do IR. Além, da tributação feita pelo IOF.

Com ele, sua carteira de investimentos ganha mais segurança e liquidez.

CDB com liquidez diária

O último dos principais investimentos com liquidez diária é o CDB. Assim como o Tesouro Selic e os Fundos DI, o CDB também é um ativo de renda fixa.

Ao aplicar no CDB você está emprestando dinheiro a alguma instituição financeira. O resgate desse empréstimo vem com a rentabilidade atrelada ao CDI.

É importante escolher bem a instituição a qual irá aplicar para minimizar a chance do risco de crédito. Ou seja, a possibilidade de receber um calote do banco.

No entanto, mesmo que seja vítima desse calote, o CDB é coberto pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC). O FGC te protege com a quantia de até R$ 250 mil caso a instituição entre em falência e não consiga quitar suas dívidas.

>>> Gostou do conteúdo? Agora que sabe tudo sobre o que é liquidez diária, chegou a hora de expandir seus conhecimentos no mundo financeiro.

Com o combo de cursos de educação financeira da Xpeed School, você estará na vantagem! Clique no banner abaixo e comece agora mesmo!

Imagem da campanha de um curso online "Aprenda Tudo sobre Educação Financeira" da Xpeed School.

banner graduação da xp educação

Continue Aprendendo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img