Inteligência Artificial

Se você é da turma que acredita que Inteligência Artificial (IA) é um conceito futurista, saiba que o futuro já chegou! Atualmente, usamos diversas ferramentas que usam a IA para funcionar. É o caso da Alexa e da Siri, por exemplo. 

Temos também os algoritmos da Netflix e até do TikTok que conseguem compreender os nossos gostos por meio do que assistimos para fazer sugestões mais precisas. Até mesmo e-commerces usam a Inteligência Artificial para sugerir produtos relacionados aos que compramos. Quer saber como isso é possível e conhecer mais sobre a IA? Continue a leitura!

Leia Mais

O que é Inteligência Artificial?

A Inteligência Artificial é um conceito que fala sobre a capacidade que máquinas, softwares e sistemas conseguem ter para simular a inteligência dos seres humanos e interpretar dados, aprender com essa interpretação e usar o aprendizado para realizar novas tarefas.

Ela é baseada em estruturas que processam, categorizam e analisam dados (modelos de dados), Big Data e processamento de informações. Para que o processo ocorra adequadamente, é preciso combinar tecnologias como Machine Learning (Aprendizado de Máquina), Deep Learning (um aprofundamento do Machine Learning) e Processamento de Linguagem Natural (PLN).

Tipos de Inteligência Artificial

Apesar do conceito abrangente, não é toda IA que consegue realizar as ações e pensar como um ser humano, inclusive contando com uma autoconsciência. Na verdade, os teóricos que estudam o tema, dividem em dois tipos: forte e fraca.

Na Inteligência Artificial Forte, estão inseridos os sistemas capazes de raciocinar e resolver problemas de forma autônoma, classificados como autoconscientes. Esse tema levanta muitas discussões, principalmente pelos problemas éticos sobre a possibilidade das máquinas gerarem pensamentos e até emoções. Por enquanto, só temos esse tipo de IA em filmes.

Já a Inteligência Artificial Fraca está bem presente no dia a dia. São sistemas que não conseguem raciocinar e resolver problemas de forma consciente. A máquina com IA fraca até consegue processar dados e fornecer resultados, mas não tem autoconsciência.

Para que serve a IA? 

A Inteligência Artificial tem um potencial de realizar tarefas impressionantes, sequer conhecemos ainda todo o potencial que ela pode desenvolver. Porém, já é possível poupar o tempo das tarefas repetitivas, fazendo com que sejam realizadas automaticamente e em menor tempo. 

É possível também manter o controle de compromissos, rastrear bugs em softwares e muitas outras tarefas. Basicamente, a IA serve para facilitar processos e realizar tarefas, fazendo com que possamos poupar tempo e recursos.

Importância da Inteligência Artificial

Existem diversos benefícios em utilizar a IA, inclusive nos negócios. Veja:

  • Tomada de decisões mais estratégicas através de conhecimento obtidos por dados;

  • Otimização de serviços, comunicação e velocidade nas transações;

  • Possibilidade de automatizar mais tarefas para aumentar a velocidade com que são realizadas;

  • Segmentações mais precisas para sugerir as melhores soluções aos consumidores;

  • Redução de erros e custos operacionais.

Aplicações de Inteligência Artificial

A Inteligência Artificial já é utilizada em muitos setores e temos contato com ela diariamente, muitas vezes sem perceber. Também existem algumas aplicações incríveis que estão revolucionando a forma de fazer alguns processos. Confira:

  • Veículos autônomos: diversas empresas já realizaram testes bem-sucedidos com veículos autônomos e tudo indica que, em breve, alguns países já começarão a utilizá-los;

  • Entrega por drones: o serviço de entrega que a Amazon realiza por drones também usa IA e tem apresentado ótimos resultados. Esse mesmo tipo de tecnologia também está disponível para ações como transporte de medicamentos e até órgãos;

  • Identificação das melhores rotas de entrega: o setor de logística também já pode usufruir da IA para saber quais são as rotas com menos trânsito, reduzindo o tempo de entrega e o consumo de combustível;

  • Google: um dos maiores exemplos, pois é uma empresa AI-first, ou seja, todos os seus produtos usam, de algum modo, machine learning ou Inteligência Artificial. As pesquisas da web sendo ranqueadas por grau de relevância, as sugestões de textos do Gmail e até mesmo as sugestões de vídeos relacionados do YouTube são apenas alguns exemplos;

  • Manutenção preditiva: usando a IA é possível detectar problemas antes que eles ocorram e indicar o momento de realizar a manutenção, evitando gastos e transtornos para a empresa;

  • Detecção de transações financeiras suspeitas: a IA já está sendo utilizada para detectar e sinalizar atividades bancárias e financeiras incomuns, como uma compra que não faz parte do perfil do cliente ou grandes transferências.

Esses são apenas alguns exemplos, uma vez que já existem diversos setores que aplicam a IA para as mais variadas funções. A tendência é que isso aumente exponencialmente nos próximos anos.

Qual o papel da IA para o futuro

Com o avanço da Inteligência Artificial, uma das preocupações é a de que muitas das atividades profissionais que existem hoje sejam realizadas por máquinas. Já existem até mesmo as chamadas fábricas inteligentes, em que as máquinas compartilham dados entre si e podem realizar diversas tarefas de forma autônoma. 

Porém, espera-se, na verdade, que as vagas de trabalho não sejam eliminadas, mas sim substituídas. As máquinas fariam as tarefas repetitivas e rotineiras, enquanto os humanos podem aproveitar de capacidades que apenas nós temos como empatia, julgamento crítico e criatividade.

A questão central é que as pessoas precisam se capacitar para essas profissões do futuro. A demanda do mercado ainda é muito alta, mas faltam profissionais na área de tecnologia.

Que curso fazer para trabalhar com Inteligência Artificial

Como mostramos no tópico sobre as aplicações da IA, diversas frentes de mercado podem utilizá-la, o que significa que o mercado pode receber profissionais de muitas áreas diferentes, desde que eles estejam preparados para essa tecnologia. 

Outras funções que lidam diretamente com a área são cientistas de dados, especialistas em algoritmos, engenharia da computação, desenvolvedores e programadores, entre outros.

Como a base são os algoritmos, o ideal é se interessar por matemática, linguagens de programação como Python, C ou C++, inglês, até noções em cibersegurança e outros temas. Tudo vai depender de qual será a relação da IA com o seu trabalho.

Como iniciar os estudos na área de IA?

Para começar a aprender sobre Inteligência Artificial, primeiro saiba que não é tão difícil quanto parece. Ao estudar e compreender os conceitos entenderá cada vez mais sobre a aplicação dessa tecnologia. Também pode encontrar diversos livros e cursos sobre o tema, desde os introdutórios até os mais avançados.

O que é Inteligência Artificial? Como funciona e quais suas aplicações?

Veja como a Inteligência Artificial já está presente na nossa rotina e aprenda mais sobre ela.

Inteligência Artificial no Brasil: Investimentos e tendências do mercado

A inteligência artificial (IA) tem se destacado como uma das tecnologias mais revolucionárias da atualidade. Por meio da...

10 filmes sobre inteligência artificial e tecnologia

Ao longo dos anos, o cinema tem explorado temas complexos que envolvem a relação do ser humano com...

Tudo sobre o BARD, chatbot de inteligência artificial do Google

Na era da Inteligência Artificial, novas ferramentas são lançadas para facilitar o processo criativo da mente humana. Este...

O machine learning pode ser utilizado no mercado financeiro? Vem que a gente explica!

Você já ouviu falar no uso do Machine Learning no mercado financeiro? Uma das novas tecnologias que vêm...
spot_img

Computação cognitiva: o que é e onde se aplica?

O cérebro humano é complexo e um dos sistemas mais perfeitos e interessantes existentes. Não é à toa que ele é uma das bases...

Processamento de linguagem natural: o que é e para que serve

O Processamento de Linguagem Natural (PLN) é uma tecnologia que faz com que os computadores consigam entender e interpretar o que nós, humanos, falamos...

Redes neurais artificiais: o que você precisa saber sobre esse sistema

Você acredita que existem sistemas computacionais capazes de funcionar como os neurônios do cérebro humano e resolver problemas da mesma forma que nós humanos...

O que é e para que serve o GitHub Copilot?

Conheça o GitHub Copilot, uma ferramenta de inteligência artificial para programadores e desenvolvedores. Foto: Getty Images

Sistemas de recomendação: como personalizar a experiência de seus usuários?

Sistemas de Recomendação (SR) são conjuntos de algoritmos capazes analisar e identificar padrões de comportamento dos usuários de determinada plataforma, com objetivo de fornecer...

O que é robótica: saiba TUDO sobre o assunto

Nos últimos anos, a tecnologia evoluiu de tal maneira que viabilizou a automatização de diversas atividades e processos. Hoje, é impossível imaginar, por exemplo,...
spot_img